quarta-feira, 27 de setembro de 2017

DIALETO FONGBE TRADUZIDO PRO PORTUGUES ******** Letra “A” ********* ABACAXI, ANANÁS (planta e fruto) - Atoto (átôtô) ABAIXAR - Djidji (djídjí) ABANO - Afafa (afáfá), Yagbonu (iagbónu) ABATER - Glankpa (glânkpá) ABELHA - Anyi (anií) ABENÇOAR, BENZER, CONSAGRAR, LOUVAR, GLORIFICAR - Yra (ilâ) ABERTO - Vohe (vôrrê) ABISMO - Gble (gblê) ABÓBORA - Epe (epê) ABORRECER, IRRITAR, CANSAR - Mi (mi), Xome (rômé) ABRAÇAR - Netunee (nêtunêê) ABRE A PORTA - Gugon (gugôm) ABRIGO, ASILO, REFÚGIO - Bebefe (bébéfê) ABRIGO COBERTO DE PALHA - Apatan (apatam) ABRIR - Yá (ia) ABSCESSO, TUMOR - Nutite (nútíté) ABUSO, ABUSAR - Zun (zum) - ABUTRE - Aklasu (aclassu) ACABOU, NÃO TEM MAIS, ESTÁ EM FALTA – E de ã, e vo bi (êdê-ã-êvô bi) ACAÇÁ – (Mingau feito de farinha de milho branco e enrolado em folhas de bananeira Queimada) - Akasa (acassá), Iko (icó) ACENDER O FOGO - Dzosisi (dzôssissi), Felazou (fêlazou) ACENDER O FOGO, ATEAR FOGO, INFLAMAR - Mesi-dzo (méssi-dzô) ACIDENTE - Afoku (afóku) ACOMPANHAR, ACOMPANHANTE - Kpla (kpla), Sin (sim) ACORDAR - Fon (fom) ACOSTUMAR - Non (nôm) AÇÚCAR - Hihab bouge (rirrâbougê) ADAGA (espécie de espada curta para luta corpo a corpo) - Atakla (ataclá) ADEUS (despedida) - Kla (clá) ADIANTE - Nunkuo (nuncuô), Numkuo (nuncuô) ADIVINHO - Boko (bôkô), Nukala (núcalá) ADORAR - Sem (sem) ADORAR O DEUS FÁ - Sinsen (fá-sinsem) ADORÁVEL - Dzeani (dsêaní) ADVERSÁRIO - Fu-mo (fû-mó) AFLUXO (de sangue ou de tumor) - Vava (vávâ) AFOGAMENTO, MORTE PELA ÁGUA - Toku (tôcú) AGASALHO, CASACA - Ahu (arrûm) AGITAÇÃO - Tantan (tantam) AGITAR, ABALAR, MOVER - Vuvu (vûvû) AGORA - Dim (dim), Dinyo (diniô) A GOSTO, TAL COMO – Yiwa nu (i-uá-nu) AGRUPAMENTOS DE VÁRIAS FAMÍLIAS QUE SÃO PARENTES - To (tô) ÁGUA - Ezin (ezim), Tsi (tsi), Sin (sim) ÁGUA DE TELHADO - Ajalalazin (ajalalazim) – (Água de chuva depositada nos telhados que é usada em alguns Preceitos), Adjalalezin (adjalálêzim) ÁGUA FRIA - Azim mihon mihon (azim mirô-mirô), Sinfa (sinfa) ÁGUA QUENTE - Azim zo (azinzô) AGUARDENTE, CACHAÇA - agam (agâm), Ahan sesen (arram-sêssem), Akpetesi (apetessi), Azim vive (azim vivé) AGUARDENTE DE CANA - Agam getim (agan gêtim) AGULHA - Aui (ábuî), Nhê (nrê) AJOELHAR - Iwa (iuá) ALBINOS - Gelesosi (gêlêssôssi) ÁLCOOL - Aha-sese (arã-sêssê) ALCOOLISMO - Ahamumu (Arrãmûmû) ALDEIA DE ABOMEY - Adame (adámé) ALFAIATE - Aotuto (aôtutô) ALFÂNDEGA - Denu (dênu) ALGA - Adru (adlu) ALGO - Nudo (nudô) ALGODÃO - avokanfun (avôcan-fum), Owu (ovú) ALGUÉM - Enia (eniã) ALGUM, ALGUMA COISA, COISA - Nu (nû) ALGUMA COISA - Kpede (kpêdê) ALIMENTAR - Bo (bó) ALIMENTAR, NUTRIR, PROVER - Nyi (ni-î) ALIMENTO, COMIDA, MANTIMENTO, NUTRIÇÃO - Nududu (nûdûdu) ALMA - Kpoli (kpolí) ALMA, ESPÍRITO, PRINCÍPIO, INTELIGÊNCIA, - Se (sê) ALMA, VIDA, CORAÇÃO, ESPÍRITO - Luvo (lúvó) ALMAS, EGUNS - Ekus (êcús) ALMA DE UMA ESCULTURA - Bochio (bôtchiô) ALMA HUMANA - Indon (indom), (Cultura Ashanti - Kra (crá)) ALMOÇO - Zafomnonum (záfôm nônum) ALTAR DE ANTEPASSADO (Objeto de adoração) - Asen (assem) ALTO - Ke (quê) ALTO, PARA CIMA, LUGAR ALTO - Agagi (agági) ALTO DO CÉU (Região ao ar livre) - Kle kleme (clê clêmê) ALUNO, ESTUDANTE - Sukuvi (súcûvi) ALVORADA - Zekon (zêcôm) AMA DE LEITE - Obo(obô) AMALDIÇOAR - Nudome (nudêmê) AMAMENTAR, ALEITAR - Na-no (nã-nó) AMANTE, ATRATIVO - Galega (gálégâ) AMAR - Fé (fé) AMARGO - Anme (am-mê) AMARGURA, AZEDUME, MÁGOA, TRISTEZA - Veve (vévê) AMBULÂNCIA - Donokovu (dónócôvû) AMBULANTE, VENDEDOR (Pessoas (normalmente mulheres que vendem coisas no mercado ou no lado da estrada) - Nusato (nussatô) AMÉM - Ami (ami) AMENDOIM - Azim (azim), Klui-klui AMIGO - Ponton (pontôm) AMIGO, AMIGA - Xontonce (rôntocê) AMIGO, CAMARADA - Chomto (tchôntô) AMOLAR A FACA - Gan guhi (gam gurri) AMONTOAR, ACUMULAR - Fofu (fófû) AMOR - Ifé (ifé) AMPARO, ASILO, ABRIGO, REFÚGIO, SOCORRO - Sitsofe (sítzófê) AMPLO, DILATADO, ESPAÇOSO, VASTO – Keke (quéqué) ANALFABETO, ILETRADO, IGNORANTE - Agbalemanyala (agbálêm-mániálá) ANCESTRAIS, EGUNGUN - Akututos (acututós) ANDAR - Zon (zõm), Zonti (zôntí) ANDAR SEM RUMO, VAGANDO, VAGAR (termo incorporado ao vocabulário brasileiro) – Zanzando (zanzando), Zanzar (zanzar) ANEDOTA, CONTO - Ase (asse) ANIMAL - Kanlin (canlim) ANIMAL, CARNE - Lam (lãm) ANIMAL DOMÉSTICO - Afemelan (áfêmélâm), Xwékanlin (ruêcanlim) ANIMAL SELVAGEM - Eranko (elâncô), Gbèkanlin (gbécanlim) ANJO - Bonanj (nônanji), Huhô (rurô), Mawudola (mau-dôlâ), Zanji (zanji) ANJO (grande) - Gwo-bonanj (uôbônanji) ANO ( 365 dias) - Chuhebu (tchurêbû), Xwe (ruê) ANSIEDADE, ANGÚSTIA, AFLIÇÃO - Dzitsitsi (dzí-tsîtsî) ANTECOXA DE PORCO - Vgam Já (vganjá) ANTEPASSADO - Joto (djôtô) ANTEPASSADOS - Kwede (cuêdê) ANTEPASSADOS, ANTIGOS - Tho (trô) – Plural = Trowo (tlouô), Tohoui (tôrrôuí) ANTEPASSADOS, PESSOAS IDOSAS - Nsamanfo (sámanfó) ANTEPASSADOS DIVINIZADOS - Toxwyo (torru-iô) (São eles que mantêm o vínculo entre o mundo invisível e os homens. Um deles é agasu. Também são conhecidos em algumas regiões como AkoVodum) ANTEPASSADO MUITO ANTIGO - Nuxsuew (nursuêu) ANTÍLOPE - Agbanli (abânli), Akam (acam), Sadi (sádí) ANUS - Minyefe (míny-êfé); Pejorativo - Migoume (migoumé) APAGAR O FOGO - Zoki (zôqui) APAZIGUAR, AQUIETAR, APLACAR - Djoasi (djô-ássî) APRENDER - Kplon (kplôm) APRESENTAR - Dohi (dôrri) AQUECENDO-SE NO FOGO - Edezouchou (êdêzoutchou) AQUECER - Zo-e (zôê) AQUECER-SE AO FOGO - Chuzou (thuzou) AQUELE – NI (ni) AQUELES - Wonni (wonni) AQUI - Fi (fi), Eke (êqué) AQUI ESTÁ, EIS - Hehunihé (rêunirrê) AQUI ESTOU - Iezum (iêzum) AR - Degi (dêgi) ARANHA - Ansin (ansim), Nsi (nsi) ARBUSTO AQUÁTICO (muito usado pelo povo Ashanti) - Adwera (aduêrá) ARBUSTO GRANDE - Zungbo (zumbó) ARCO E FLECHA - Gan Da (gamdá) ARCO-ÍRIS - Ayidohwedo ( aidô-ruêdo) ARDER, ARDIDA - Hieri (rieri) AREIA - Ko (có) ARGOLAS, AROS - Moli (môli) ARMADILHA - Kolomen (côlômem) ARQUEIROS, ESCOTEIROS - Gorento (gôlêntó) ARRANCAR CAPIM - Gumbe (gumbê) ARRIAR, FICAR ABAIXADO - Joko (djocô) ARRUINAR - Gble (gblê) ÁRVORE (um tipo de) – Iroko, Loko'tin (locôtim) ÁRVORE - Igi (igi) ÁRVORE CUJAS FOLHAS SÃO USADAS PARA PREPARAR O ACAÇÁ - Kasaka (cassacá) ÁRVORE DA ÍNDIA (espécie de acaju ou mogno) - kaju'tin (cajutim) ÁRVORE DE FLORES - Atin sé (atinsê) ÁRVORE QUE DÁ O INCENSO - Orokpo (ôrôquipô) ÁRVORE MACHO - Atinsu (atinsu) ÁRVORE PAINEIRA - Hun tin (runtim) ÁRVORE SAGRADA - Akoko (acôcô) ÁRVORE SAGRADA - Peregun (pêrêgum) ÁRVORE VENENOSA - Edun (êdum) ASA, ABA - Avala (áválá) ASA DE GRANDES PENAS - Asina (assiná) ASSASSINO (Ashanti) - Asufo (assufó) ASSASSINO (de homens) - Akpania (apánia), Meguto (meguton) ASSENTAMENTO DE DAN - Jave (djávé) ASSENTAMENTOS FEITOS EM ÁRVORES SAGRADAS - Atinsá (atinsá), AtinVodun (atimvodum) ASSENTAMENTOS DE SANTO – Palabo (palabô) ASSIM COMO, DESTA MANEIRA - Neném (nêném) ATABAQUE USADO PELOS NEGROS DE ANGOLA - Candonbe (candombé) ATAQUE CARDÍACO, CRISE CARDÍACA - Dzido (dzídó) ATO - Zume (zumê) ATO DE LOUVAR (pedir por alguém ou por alguma coisa) - Candonbide (candombidé) ATRAIR - Soe (sôê) ATUALMENTE, AGORA - Fifia (fífíá) AVAREZA, COBIÇA, MESQUINHEZ - Nuveve (núvêvê) AVE - Khe (crê) AVISO - Susu (sússû) AXILA - Axatome (árrátômé) AZEITE DE DENDÊ - Demi (dêmí) AZEITE DE OLIVA, ÓLEO - Ami (âmî) ARRANCR - Gum (gum) ARROZ - Molikun (môlicum) ATRÁS - Guto (gurô) AZAR - Hauha (rauhâ), Hunbi (rumbi) AZEITE DE DENDÊ - Sinvò dundun (sinvó dundum) AZEITE DE MAMONA - Zomi (zômi) AZEITE DE OLIVA - Sinvó Cha (sinvóchá) AZEITE DOCE - Touboume ami (touboume ami) ***************** LETRA “B” **************** BABUÍNO - Hasu (rasu), Ha (rá) BAINHA DE ESPADA OU DE FACA - Guhicum (gurricum) BAIONETA - Achio (atchiô) BAIRRO DE PORTO NOVO - Lokorô (lôcôlô) BAIXAR, ABAIXAR, REBAIXAR - Djidji (djídjí) BAIXO (para) - Ahizon (arrizom) BALANÇAR - Bodo (bôdô) BANANA - Kwékwékan (qïéqüécam), Akodu (ácódú), Amada (amadá), Ogede (ôgêdê) BANANA (Qualquer espécie de) - Baguda (bagudá) BANANA DA TERRA - Avanatou (avânâtou) BANANA SÃO TOMÉ - Akuoukuhê (acuou-currê) BANANAL - Avanacame (avânâcamê) BANANEIRA - Kwékwé'tin (qüéqüétim), Akodjuti (ácódjutí) BANCO DE MADEIRA (ou tronco de árvore espécie de onde se coloca os assentamentos dos Voduns) - Pedome (pedômê) - O mesmo que pepelê; BANHA OU MANTEIGA - Vgamjou (vganjou) BANHA OU MANTEIGA DE PORCO - Vgam jou (vganjou) BANHEIRO - Mitohoho (mi-tó-róró), Taito (tai-tó) BANHO - Anaileu (anai-lêú), Analeu (analêú) BANHO COM ERVAS MACERADAS - Azoze to (azôzê-tó) BAOBÁ (árvore africana, espécie gigantesca a maior que se conhece considerada o tronco mais grosso do mundo) - Adido (adidô)) ou Akapasa'tin (acapá-satim) BAR, BOTEQUIM - Ahanofe (arranófê) BARBA - Atam (atam) BARBA - Chulecom (tchulêcom); Fazer a barba Chuleatam (tchulêatam) BARBEIRO - Ata cholato (atá tchôlâtô), Atamcholatô (atantchólatô) BARRACÃO DE SANTO - Kwerebatan (qüerebatã), Guma (gumá) BARRACÃO DE SANTO (Haiti) - Hounfò (rounfô) BARREIRA - Kasu (cassu) BARRIGA - Choume (tchoumê), Odo (odô) BARRIGA CHEIA, SATISFEITO - Chogome (tchôgômê) BARRO - Ko (cô) BARULHO - Kolikita (côliquita) BATATA DOCE - Dokwin (doquim), Weli (wêli) BATEDOR DE TAMBOR - Azaguno (azagunô) BATER - Kandjaleka (candjalêca) BATIZAR - Ekoduge (ecôdugê) BÊBADO (estar) - Emuagan (ênuagam) BÊBADO - Agam nuto (agan nûtô), Ogam nuto (ogam nuto) BEBEDOURO, PIA - Tsinofe (tsinófê) BEBER - Nunu (nunu) BEBER ÁGUA - Numasim (numassim) BEBIDA ALCÓOLICA, BEBER - Ahan (arram) BEBIDA FEITA COM A SEIVA DO DENDEZEIRO (em Allada. Serve como aperitivo e remédio. No Benin e em Togo é conhecida como Sodabi) - Apetesi (apêtêssi) BEBIDA FEITA COM VINHO DE PALMA - Sodabi (sôdabi) (A princípio essa bebida servia como lenitivo para muitas doenças, atualmente é usado como aperitivo em todo o Benin). BEBIDA PREPARADA COM ERVAS (grãos e outros elementos, usados na iniciação de vodunsis. - Dangue (dangüê) BEIJOS, BEIJANDO - Abimoxious (abi-môrrious) BEM, BOM - Dagbe (dabê) BEM SENTADO (Expressão usada para saber se a pessoa esta bem acomodada) - Kuda-yijin-on BEM SENTADO - Kadayi-jinjon (cadaii-jinjom) BENÇÃO USADA PELOS FILHOS DE DAN/BESSEN - Mejito benoi (mejitó-bênôí) BENÇÃO USADA PELOS INICIADOS NOS VODUNS DA FAMÍLIA DE HEVIOSO OU ORISA SONGO - reposta: Ao tin..Ao (aó) BENÇÃO USADA PELOS INICIADOS NOS VODUNS DA FAMÍLIA DAVICE, TAMBÉM CHAMADOS DE MEJITÓ (Brasil) - Benoi (benô-i) BENGALA - Adhobo (adrôbô) BEZERRO - Nivu (nivu), Evi (êvi), Eivi (eivi); BEZERROS - Nhivu (nrrivu) BICHOS - Vhe (vrê) BICICLETA - Keke (quêquê) BISCOITO - Acláchuchu (aclâ-tchutchu) BOA CHUVA! - Kudo Ji (cudôdji) BOA NOITE! - Kudo gbada! (cudô badá) BOAS VINDAS! - Ka baruka (ka-balucá) BOA TARDE! - Kudo hweme! (cudô ruêmê) BOA VIAGEM! BONS CAMINHOS! - Kud’ali (cud-ali) BOCA - Num (num), Anun (anum) BOCA FECHADA, SEGREDO, NÃO CONTE, NÃO FALE - Bono Toyo (bônô tôiô) BOCA INCHADA - Napodogba (nôpôdôba) BOCEJAR - Yan (Ian) BODE, CABRA - Gbo (gbó) BODE - Buduku (buducú) BOI - Nhi (nri), Eiçu (eissú) BOLHA, BORBULHA - Akadjigoe (ácádjigoê) BOM, BEM - Kede (quede) BOM DIA! - Kudo zan zan! (cudô zãnzãm) BOM TRABALHO! - Kudazô! (cudazô) BONITO - Enyo (êniô) BONITO, ESBELTO, ELEGANTE – Nuga (nugâ) BORBOLETA - Kpakpaluvui (pápáluvuí), Klamklam (clanclam) BORDÃO - Po (pó) BORRIFAR ÁGUA COM A BOCA SOBRE AS PESSOAS OU LUGAR - Foula (fôulá) BOSTAS - Nhimi (nrimi), BOSTA DE GADO - Gakotoku (gácó-tókû) BRACELETES E TORNOZELEIRAS FEITA DE BÚZIOS - Akwe inie (acue-iniê) BRAÇO - Alokuedie (alôcuêdiê), BRAÇO - Awa (áuá) BRAÇOS - Alóbàcáme (alôbácâmê) BRANCAS - Hugaha (rugarâ) BRANCO (cor) - Yevu (iévû) BRANCO (raça branca) - Yovo (iôvô) BRANCO (pessoa branca) - Gauheno (gaurênô) BRANCURA, ALVURA, MANCHAS BRANCAS - Fufu (fúfú) BRANQUEAR, CAIAR, LIMPAR, LAVAR - Fu (fú) BRAZA, VERMELHO - Hehe (rêrrê) BRINCOS - Vtougam (vtougam) BRUSCO - Kiti (quití) BÚFALO - Agbo (abó) BURACO - Dome (dômê) BURRO, ASNO - Tedzi (têdzî) BUSCAR, PROCURAR, OLHAR PARA - Ba (ba) BARULHENTO - Yere (iêlê), Yereke (iêlêquê) ************* LETRA “C” *************** CABAÇA - Kadjan (cadjâm) CABANA - Hola (rolá), Ho (rô) CABEÇA - Ota (otá ), Ta (ta), Wo (uô) CABEÇA, CENTRO DA CABEÇA - (a chamada coroa) - Voduka (voducá) CABEÇA INTERNA - Ahisu (arrisú) CABEÇA DE PORCO - Nhta (nhatâ), Nhitã (nrritan), Vgam ta (vgantâ) CABELEIRA - Daba (dabâ) CABELO - Odá (ôdâ), Da (dâ) CABRA - Gbo (gbó), Bo (bô) CAÇA - Kuku (cocu) CAÇA, CACHORRO - Chuku (tchucu) CAÇADOR - Sala (salá), Otamari (ôtamâli), Cheguto (tchegutô), Hunter (runtú) CAÇADORES DE ÁGUIA VIVA - Amufi (amufí) São especialistas em subir grandes árvores sem fazer barulho. CAÇAR - Guche (gutchê), We (uê) CAÇAR CARANGUEJOS - Agasa (agassá) CAÇAROLA - Gaze (gazé), Sanyagba (saniagbá) CACHAÇA - agam (agâm), Ahan sesen (arram-sêssem), Akpetesi (apetessi) CACHIMBO, FUMO - Azo (azó) CACHIMBO DE GESSO - Coube (coube) CACHOEIRA, CASCATA, QUEDA DE ÁGUA - Tsitsetse (tsí-tsêtsê) CACHORRO, CÃO - Avum (avum) CADÁVER, MORTO - Oku (ocu) CADÁVER, CORPO MORTO - Ame-kuku (ame-cúcú) CADEADO, FECHADURA - Kradjuba (cládjûbâ) CADEIA - Gamchome (gantchômê) CADEIRA ENTALHADA QUE SERVE DE TRONO - Asipin (assipim), Konkronfi (concrônfi) CAFÉ - Kofi (kófi) CAFÉ (diluído em água) - Ezinkirikan (ezinquiricam) CAIO NÃO - Majáhiha (madjârrirrâ) CAIR - Bligede (blidêdê) CAIR, SENTAR-SE - Humjahi (runjarri) CALA A BOCA! - Bonum (bônum) CALADOS!, QUIETOS! (chamando a atenção, ralhando) - Bunotonho (bunôtônho) CALADOS, SÉRIOS - Mudobi (mundubi) CALÇA COMPRIDA - Ablaya (ablaiá) CALÇAR OS SAPATOS - Douafopa (douafôpá) CALEM A BOCA, PODEM PARAR, TERMINOU (aviso para terminar uma cantiga) - Unto (untô) CALMA - (no Fon ER = U) Ero (êuô) CALOR, QUENTE - Humio (rumiô) CAMA (daí surgiu Zã nagô?) - Zamgi (zangi) CAMALEÃO - Agama (ágâma) CAMALEÃO, MENSAGEIRO DE LISA - Sagaman (ságámâm) CAMARÃO - Degren (degrem) CAMINHAR, PASSEAR - Di-as (di ás) CAMINHO - Alichou (alitchou) CAMISA - Ahula (arrulâ) CAMPO - Gle (glê) CAMPO, SOLO - Kpodome (kpôdômé) CAMPO DE BATALHA (guerra) - Humahuan (ruma-ruam) CANA-DE-AÇÚCAR - Getim (gêtim), Leké (lequê), Ekute-ereke (êcútê-êrêquê) CANOA, SANGUE, NAVIO - Gum (gum) CANÇÃO - Ohan (ôrram) CANDEIA - Zoban (zôbam) CANECA - Agucam (agucam) CANELA - Zacalakwa (zacaláguã) CANJICA - Abadekun (abádécum) CANJICA FINA - Abadekum flim-flim (abádécum flinflim) CANJICA GROSSA - Abadekum clouclou (abádécum clôuclôu) CANOA - Hun (rum) CANSADO, ESGOTADO - Nusiko (nusicô) CANSAR - Mi (mi) CANTAR - Jihan (djirram) CANTEIRO, CERCADO DE PLANTAS - Hundopè (rundôpé) CANUDO - Azotim (azôtim) CAPIM - Soma (soma) CAPINAR - Chuzun (tchuzum) CAPINEIRO - Amadato (amâdâtô) CAPITAL DE DAHOMEY - Abomey (abômeim) CAPITAL DO BENIN - Porto Novo CAPITÃO DO MATO OU MEIRINHOS - Megulito (mêgulitô) CARABINA - Zohunen (zôrrûnêm) CARACOL - Vegbui (vêbuí) CARAMBOLAS - Mese sim (mêssê sim) CARANGUEJO - Agaza (agazâ) CARAPINA - Atimpato (atumpátô) CARCAÇA, ESQUELETO, OSSADA - Vugbagba (vúgbagba) CARGO QUE SUBSTITUI A MÃE-PEQUENA - Dehe-vitu (deré vitu) CARGO SEMELHANTE AO OGAN - Rundevá Huno (runô) CARIJÓ - Melamduto (mêlamdutô) CARINHO, AFAGO, GOSTO (termo incorporado ao vocabulário brasileiro como xodó) – Shodó (xodó) CARNE - Lam (lãm) CARNE ASSADA - Lam mine (lam mine) CARNE COZIDA - Lam dida (lam-didâ) CARNE CRUA - Lam nu (lam nu) CARNE DE VACA - Nhilam (nrilam) CARNEIRO - Agôabô (agôabô) CARNE PODRE - Lam nhinhoi (lam nrinroi) CARNE SECA - Lam Chuchu (lan-xuxu) CARNEIRO - Elebo (êlêbô), Elembo (êlêmbô) CARNICEIRO - Nhiguto (nigutô) CARNÍVORO - Djuvule (djuvulé) CARPINTEIRO - Atimkpato (atinpatô) CARRO - Manchin (mantchin), Monto (monto) CARURU (comida feita com quiabo picadinho, dendê e camarão seco. (Jeje Brasil) – Dendenum (dendenum) CARVÃO VEGETAL - Atinsazo (atin-sazô) CASA - Xwegbe (ruêbê), Xome (rômé) CASA – Chuhe (tchurrê) CASA (A minha) - Gonche (gôntchê) CASA, MORADIA - Kwe (qüê) CASA, RESIDÊNCIA, MORADA - Afe (áfê) CASA COMERCIAL - Humsachome (runsâtchômê), Numsachome (nunsa-tchômé) CASA DE MULHER - Hinhono chõme (rinrôno-tchômê) CASADO - Gulito Alo (gulitó aló) CASA DO FERREIRO - Ayotochuhe (aiotôtchurrê) CASA NOVA - Wheyogbe (urêiôbê) CASAR, CASAMENTO - Dawe (dauê) CASOU NESSA TERRA - Hègulialo toumefi (rêgulialó-toumêfi) CASTIGO, JUSTIÇA - Oma (omã) CATARRO - Gepem (gêpêm) CAVALO - So (só), Zó (zó) CEAR - Bada-donum (badá-dônum), Dubadano num (dubádânô num) CEGO, SOU CEGO - Nu cum (nucum) CELA DE CAVALO - Soginum (sóginum) CEMITÉRIO - Afokam (afôcam), Ekuchomê (êcutchomê) CERIMÔNIA - Hunfunfon (rum-funfom), Morra (morra) CERIMÔNIA DE RESSURREIÇÃO APLICADA NAS INICIAÇÕES DE UM VODUNSI, NA ÁFRICA - Hunfunfom (runfunfom) CERIMÔNIA DE SACRIFÍCIO DE ANIMAIS - Bejereçu (bêjêrêçú), Humaso (rumassô), Nahuno (narrunô) CERIMÔNIA QUE ANTECEDE A PRINCIPAL REFEIÇÃO DOS VODUNSIS EM UMA AHAMA - Duka (ducá) CERIMÔNIAS PÚBLICAS - Agbasa. (abassá) (“Espaço vivo” – Mundo dos homens, local onde são feitas as cerimônias públicas, onde os iniciados são apresentados.) CESTO DE PALHA - Kofô (côfô) CÉU - Djenunko (djênuncô), Jinukusin (djinucussim) CHACAL - Mbweha (buerra) CHAMAR - Hiroy (rirôi) CHAMAR ALGUÉM (Oi!, Ei!) - Fo (fó) CHAMAR UMA PESSOA - Roy me (roimê) CHÃO - Ahim binban (arrimbimbam) CHAPÉU - Bakom (bácom) CHAPÉU DE PALHA - Johou (djorrou) CHARUTO - Kabwete (cabuêtê) CHAVE, TORNEIRA, INTERRUPTOR - Apokoibe (apôcôibê) CHEFE - Ganli (ganlí) CHEFE, REI - Axosu (arrôssu) CHEFE DA AGRICULTURA (cargo político) - Ayinon (aiinôm) CHEFE DA COLETIVIDADE - Daa (da a) CHEFE DAS FORÇAR ARMADAS - Gaou (gaôú) CHEFE DE ALDEIA - Taxosu (tarrôssu) CHEFE DO TRABALHO - Dokpwegan (dôpuêgam) CHEFE, LÍDER (outro título atribuído ao Migan) - Tonowkwen (tônôuqüêm) CHEFE DE LINHAGEM - Xenugam (renugam) CHEFE RELIGIOSO - Hounbono (roumbonô), Gumbonde (gumbôndê) CHEGAR, VIR – Wa (ua) CHIFRE - Nhizou (nrizou) CHIQUEIRO - Vgam chôme (vgamtchômê) CHOCALHO SAGRADO DOS VODUNS, FEITO DA CABAÇA E DA COLUNA VERTEBRAL DA COBRA - Ason (assôm) CHOCAR, IR DE ENCONTRO A, TROPEÇAR - Kli (cli) CHORAR - Avi (avi), Maje (májê), Vihavim (virrâvim) CHOVE - Ji (dji) CHOVE MUITO, CHOVE BEM - Kudo Ji (cudôdji) CHUVA - Êdji (êdjii) CHUVA - Gi (gi) - Aí vem chuva - Gihèjâ (girédjâ) CICLISTA - Kekekunto (quêquê-cuntô) CIDADE, ALDEIA, CENTRO DA CIDADE - Toxome (tôrrômê) CIDADE DE ABOMEY - Otongi (ôtôngi) CIDADE DE DAHOMEY - Parakou (paracou) CIDADE DE MAHI (Um dos nomes da) - Gbowele (bôuêle) CIÊNCIA, INTELIGÊNCIA - Nunya (nuniá) CIGARRO, FUMO - Siga (siga) CINCO VEZES - Zomatom (zômatom) CINZA - Afim (afim) CLINCHO (designação comum a diversas plantas da família das bromeliáceas, planta muito usada pelo povo Fon em seus rituais) - Hùn'tin (runtim) COBIÇA - Nuveve (núvêvê) COBRA CASCAVEL - Akasa (acássá) COCO (fruto) - Agonkàn (agoncám) COISAS - Poupou (poupou) COLABORADORA - Asisi (assissi) COLAR DE MISSANGAS AMARELAS - Opon (ôpõm) COLAR DE MISSANGAS DE CONTA ESCURA E AMARELA - Evitakan (êvitacam) COLAR DE MISSANGAS VERDE - Olutu (ôlutú) COLAR DE MISSANGAS NEGRAS - Atekun (atêcum) COLHERES - Gamtim (gantim) COLHER MILHO - Habade (râbâdê) COLHÕES - Megam (mêgâm) COLINA - kpo (kpó) COMENDO (está) - Edenukon (êdênucom) COMER - Denum (dênum), Du (dû) COMER OFERECENDO A COMIDA - Adonun (adônum) - Não quero comer; resposta à expressão COMERCIANTES - Ahisinon (arrissinôm) COMICHÃO - Hihimi (rirrimi) COMIDA, MANTIMENTO, NUTRIÇÃO - Nududu (nûdûdu) COMIDA - Donun (dônum) COMIDA FEITA COM MILHO TORRADO E MOÍDO MISTURADO COM AZEITE DE DENDÊ - (oferecida ao Vodum Ágüe) - Asasu (assassú) COMPADRE, COMADRE - Avodum chomto (avôdum tchôntô) COMPOSITOR - Hesino (rêsinô) COMPRA - Xonu (rônu) COMPRA, OBJETO COMPRADO - Nuflefle (nufléflé) COMPRAR - Kpede (kpêdê), Xo (rô) COMPREENSÃO, CONHECIMENTO, INTELIGÊNCIA, INTELECTO, JUÍZO, INTERPRETAÇÃO PESSOAL, SABEDORIA - Gansise Xogbe (gansessê-rôbê) COMPRIDA - Tsake (tsaquê) COMPRIDO (ser) - Èdegâ (édêgâ) COMPRIDO - Tikan (ticam) CONCEBER, PARIR, DAR À LUZ - Abiomo (abiômô) CONFESSAR - Mahido-Vodum (marri-dô vodum) CONFUSÃO, DEBANDADA, DESORDEM – Si-Kaka (sî-káká) CONGREGAR PESSOAS - Fofu (fófû) CONQUISTADO, DESPACHADO, COMIDO - Ibe-lo (ibéló) CONTOS DE FADAS, CONTOS DE FANTASMAS - Yexo (yêrrô) CONTOS FOLCLÓRICOS DA CULTURA FON (que envolvem pássaros, lendas, conto popular) - Xexo (rêrrô) CONVERSAR, PALESTRAR, FALAR - Djodze (djódzé) COQUEIRO - Agon'tin (agontim) CORAÇÃO - Ohome (ôrrômê), Aidji (aidji), Dzi (dzí), Luvo (lúvó), Tum (tum) CORAGEM - Dodzi (dôdzí) CORAL - Iyun (iium) CORDA DE SISAL, CORDA DE INSTRUMENTO MUSICAL, QUALQUER TIPO DE CORDA – Ka (cá), Kan (cam) CORDÃO - Kavi (cáví), Hulò (rulô) COR LILÁS - Sowo (sôuô) CORPO - Ahutu (arrutu), Wu (vu) CORPO FÍSICO - Nhû (nrû), Wutu agbaza (u-utú-bázá) CORRENTE - Cogan (côgam) CORRENTE, SÉRIE, SEQUÊNCIA - Egwon(egüom) CORRENTE DE FERRO - Kogan (côgam) CORTAR – Hebou (rêbou) CORTAR, CORTOU - Lagbo (lagbôm) CORTAR, GOLPEAR - Glankpa (glânkpá) Cortar COSTAS - Ehin (errim), Kogomum (côgômum) COSTAS, ATRÁS – Nebe (nébê) COSTELAS - Ajáme (ajáme) COSTURAR - Toavo (tôavô) COUVE, MOSTARDA (e toda a variedade de folhas e ervas, pétala de flor) - Ama (âmâ) COZINHA - Numdà-chòme (nundâtchômê), Nunda (nundá) COZINHAR - Danum (dânum) COZINHAR, ASSAR - Bu (bú) CRIADOR (se referindo a Deus cultura Ashanti) - Oboadee (obôadéê) CRIADOR, INVENTOR SUPREMO - Gbedote (bedôté) CRIADOR DO MUNDO - Ananfie (ananfiê) CRIANÇA, FILHO - Vi (vi) CRIANÇA DO SEXO FEMININO - Apedomesi (apêdômêssi) - (Casa vazia, nome dado à criança cujo pai tenha morrido antes do seu nascimento). CRIANÇA DO SEXO MASCULINO - Apedo (apêdô) - (Casa vazia, nome dado à criança cujo pai tenha morrido antes do seu nascimento) CRIANÇAS - Vile (vilê) CRIANÇAS QUE NASCEM PARA MORRER E NASCER DE NOVO - Obanji-Obaku (ôbanji-ôbaku) CRIOULO, PESSOA NEGRA (pejorativo) - Mewi(mêuí) CRIOULO, CRIOULA - Vigidode (vigidôdê) CROCODILO SAGRADO QUE HABITA OS CÓRREGOS DE ÁGUA FRESCA - Adjakpa (adjapa) CROCODILO – Topodun (tópôdum) CRUCIFIXO - Agbelebu (agbêlêbú) CRUZ - Kwa (cuá) CUIDADOSO, CAUTELOSO (ser) - Dedeme (dedêmê) CUJA(S), CUJO(S), Cuja(s), DO QUAL, DOS QUAIS, DE QUEM - Sefe (séfê) CULPA - Hwe (rué) CULTO DE ANCESTRAL, CULTO DE EGUNGUN - Akukuto (acúcutó) CUME - Aui (ábuî) CUMPRIMENTO, SAUDAÇÃO - Gbedome Xogbe (bêdômê rôbê) CURA (Incisão que representa as marcas tribais de cada Vodum, feita no corpo dos iniciados) Gunshoha (gunchôrá) CURRAL DE GADO - Nhichôme (nrritchômê) ************* LETRA “D” *************** DANÇA - Ijo (ijô) DANÇA DE SAKPATA - Akuto (acutô) DANÇA DE VODUN - Bonadue (bônaduê) DANÇA EM CADÊNCIA - Lakalaka (laca-laca) DANÇA POPULAR QUE MOSTRA BRAVIRA E CORAGEM DOS GUERREIROS – Sodegbe (sôdêgbê) DANÇA PREFERIDA DOS VODUNS - Yanvalo (iânvalou) (A tradução da palavra é “súplica” e a coreografia consiste nas mãos colocadas nos joelhos ou nas coxas. Esta dança possui muitas variações: yanvalou de buta (em vertical); kanvalou basdos (agachando); yanvalou zepaules (balançando os ombros) etc.) DANÇAR - Weme (uêmê), Duwe (dú-uê) DANÇAR PARA DAN - InakiDan (inaquidam) DANÇA POPULAR QUE DESCREVE A VIDA DOS PECADORES - Aze-Houn (aze-roum) DANÇARINO - Duduto (dudutô), Onijo (ônijô); (O = prefixo + Ni = possuir + ijo = dança. Sempre com verbo de possessão) DANÇA RITUALÍSTICA EXECUTADA EM FUNERAIS - Si-Houn (sirrum),Tchingounme (tchin-goum-mê) DAOMEANOS - Idahome (idahóme) DAQUI A POUCO, LOGO - Zaande (zãandê) DAR UM TIRO - De sounim (dê sounim) DEBAIXO - As (as) DÉCIMO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Thimutinho (trimutinho) DÉCIMO PRIMEIRO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Dimu (dimu) DÉCIMO QUARTO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Untinho (untinho) DÉCIMO QUINTO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Tunji (funji) DÉCIMO SEGUNDO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Dimuntinho (dimuntinho) DÉCIMO SEXTO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Tunjinho (funjinho) DÉCIMO TERCEIRO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Untu (úntu) DECISÃO - Djodjo (djódjô) DEDO DAS MÃOS - Alovi (alóvi) DEDOS DOS PÉS - Afovi (afóvi) DEFECANDO (está) - Edeminhi (êdêminri) DEFEITUOSO - Abuku (abucú) DEFUNTO - Amekuku (âmêkúkú) DEITAR-ME - Melamhi (mêlânri) DEIXAR - Djô (djô) DEIXAR CAIR - Bo (bó) DELE, DELA - Yeton (iêtom) DELES, DELAS - Yetonle (iêtonlê) DÊ-ME ÁGUA - Ezim pere miname (êzim pêlê mina-mê) DÊ-ME AS MÃOS - Name alo (namê-aló) DE MODO ALGUM!, NADA - Nuti (nutí) DENDEZEIRO - Deti (dêti), Dè'tin (dêtim) DE NOVO - Devonou (dêvônôu) DENTE - Adu ( adú) DEPENDER - Konu (cônu) DEPOIS DE AMANHÃ OU ANTEONTEM - Ahimsommú (arrimsôm-mú) DEPRESSÃO - Banudje (banudjê) DERRUBA, DERRUBO, CAIR - Jayin (djaiim) DESASTRE, DESGRAÇA, CALAMIDADE - Nugblenu (nû-blênû) DESCANSAR - Dakla (dakla) DESCASCAR - Adakpen (adapem) DESEJAR O BEM - Kudo (cudô) DESGRAÇA - Afoku (afóku), Egan (êgam) DESINTERIA - Kpeta (kpétá) DESPACHAR DESGRAÇA, FEITIÇO, DEMANDA - Durogan (dûlôgam) DESPACHAR EXU - Ehokogibe (erôcôgibê), Durozan (durôzam) DESPEDIDA (Até logo, bye, tchau - Edabo (êdábô) DESPENTEAR - Kaka (cácá) DESPINDO-SE - Edavo de (êdavôdem) DESPIR-SE - De avopou (dê avôpou) DESPREZAR - Dá kódjo (dá côdjô), Dakodja (dâcôdja) DESTINO, EXISTÊNCIA - Se (sê) DESTINO, ODU - Aihum e (airrum ê) DESTINO, DESTINAÇÃO, FIM PARA ONDE SE DIRIGE UMA PESSOA OU ALGUMA COISA – Tadjofe (tadjôfê) DESTRUIR - Gble (gblê), Kraze (crazê) DESTRUIR FLORESTAS E BOSQUES - Fo-ave (fo-ávê) DETALHE, PORMENOR, PARTICULARIDADE - Akpa (ákpa) DEUS (cultura Ashanti) - Nyame (niamê) DEUS (cultura Ashanti) - O grande espirito, o grande arquiteto que construiu o mundo, se referindo a Anansi Kokuroko (anansi-côculôcô) DEUS - AvieVodum (aviêvodum) DEUS - Yeveh-Vodumn (iêvêr vodum) DEUS, TODO PODEROSO, SENHOR DO CÉU - Olunduze (olunduzê) DEUSA DA ÁRVORE - Edinkira (edinquila) DEUSA DA CRIAÇÃO DOS HOMENS (e receptadora dos mesmos na morte. Cultura Ashanti) – Asase (assassê) DEUSA DA LUA - Gleti (glêti) DEUSA DE GHANA, DA RIQUEZA E DO MAR - Ashiakle (achiaclê) DEUS DA CURA - Ogou Balango (agôu-balângô) DEUS DA GUERRA E DO FOGO - Gu (gu) DEUS DA MORTE - Eku (êcú) DEUS DAN (a serpente do arco-íris) - Da (dá) DEUS DA RIQUEZA (gêmeo de Nyohuwe Ananu, filhos de Mawu) - Dazodji (dázôdji) DEUS DO DESTINO - Vodum Fá (vodum fá) DEUS DO ORÁCULO DIVINATÓRIO - Fa (fá), Afa (afá) DEUS DO PANTEÃO DO FOGO (principal dentre os demais) - Dan Sisinion (dam sissinion) DEUS DO RIO - Tano (tânô) DEUS DO SOL (Ashanti) - Nyankopon (nyancôpôm) DEUSES DO MAR - Xwala-yun (ruála-ium) DEUS É GRANDE - Mawu-lolo (maú-lólô) DEUS ESTEJA NESSA CASA! - Mawu mo do kwe (mau mô dô kuê) DEUS EXISTE - Mawu-li (mau-lí) DEUS NOS AMA - Mawu’fe we (mau fé uê) DEUS NOSSO SENHOR, NOSSO JUIZ - Awuhade (a-u-urrâdê) DEUS PESSOAL, SMILAR AO ANJO DA GUARDA - Ehi (êrri) DEUS SUPREMO - Me-Hou (mê-rôu), Me Wu (me-uu) DEUS TE ABENÇOE - E na ce nu we (ena tchê nuê) DEUS TE PAGUE, OBRIGADA(O) (Expressão usada para agradecer um favor recebido) - Ku faz Mawu’zo (cufaz Mawu zó) DEUS VAI AJUDAR! (Expressão usada para dizer que a pessoa vai conseguir o que quer) - Mawu na biy (mau na bi-í) DEVAGAR - Zomdedê (zomdedê) DEVER - Nan (nãm) DIABO - Djab (djáb) DIALETOS FALADO EM GHANA (um dos) - Akan (acam) DIAMANTE - Zaluke (zaluquê), Ge (ge) DIA SANTO - Avódumzampê (avôdum zampê) DIFERENÇA, DIVERSIDADE, DISPARIDADE, DISTINÇÃO - Vovototo (vóvótôtô) DIFERENCIAR, DISTINGUIR - De-vovototo (dê-vóvótôtô) DIFÍCIL - Kome (come) DIFÍCIL, FORTE, PODEROSO - Sien (siêm) DIGESTÃO - Djidjidjedome (djídjí-djê-dômê) DIGNO DE ADORAÇÃO (Coisa venerável, se referindo a Vodum) - Sem me nu. (Sêmênu) DINHEIRO - Akwe (aqüé) DISCUSSÃO, DISCUTIR - Jele (djêlê) DISPA-SE - De avo (dê avô) DISTÂNCIA, AFASTAMENTO - Didime (dídímé) DIVERTIR - Dayihun (daiirum) DIVINDADE MASCULINA - Aboho (abôró) DIVÓRCIO, SEPARAÇÃO - Kaklam (cáclâm) DIZER, ESTAR - Do (dô) DOCE - Dous (dous) DOCE, AGRADÁVEL, AGRADAR - Vivi (vivi) DÓCIL, FLEXÍVEL, OBEDIENTE - Djokui (djôcuí) DOENÇA - Ahun (arrum), Elo (êlô) DOENÇA REPENTINA (qualquer tipo) - Akplapla (aplapla) DOENÇAS - Azon (azôm) DOENTE, ENFERMO - Kpame (kpamê) DÓI, ARDE, AMARGA, AZEDO - Eve (êvé) DOIS, DUAS - Eve (évê) DOIS TAMBORES TOCADOS POR UM ÚNICO OGAN QUE OS MANTÉM ENTRE AS PERNAS - Jangede (djangêdê) DOLOROSO, DIFÍCIL - Kwenda (cu-êndá) DOMADOR, VENCEDOR - Mlala (mlâlâ) DOMAR, DOMESTICAR, AMANSAR - Mla (mlá) DOM, DÁDIVA, FACULDADE (ter o dom de ...) - Nunana (nûnânâ) DOMINAR, GOVERNAR - Kofo (côfó) DOMINGO - Avódumzambe (avôdumzambê) DONO DA CABEÇA - Met-tet (mêt-têtá) DONO DO TAMBOR - Hun to (rum tó) DOR, SOFRIMENTO FÍSICO - Vevesese (vévê-séssé) DOR DE DENTE - Adu he dume (adurrê-dumê) DORMINDO (está) - Edamu lado( êdâmu ladom) DORMIR - Mlayin(mlaiim), Damlo (danlô), Damula (dâmulâ) DROGAS, MEDICAMETOS - Atama Sesen (átámâ-sêssêm) DUNA (monte de areia à beira mar) - Kekpo (quêkpô) DURMO COM DEUS, DORME COM DEUS (Expressão usada na hora de dormir) - Mawu ni fon mi (maú nifon mi) DÚVIDA, INCERTEZA, SUSPEITA - Djikeke (djí-quéqué) ************* LETRA “E” *************** É BONITO - Hinhoganpe (inrôgampê) ECLIPSE DA LUA - Gletivi (glêtivi) É FEIO - Hinharamgampe (rin-râm-gâmpê) EGO, O INDIVIDUAL DE UM HOMEM - O ti-bonanj (ôtibônanji) EGUM - Kouvitos (couvitós) EIS - Lodie (lôdiê), Die (diê) EKEJI - Hougenikon (rougênicom) - Cargo da segunda pessoa do templo, podendo ser homem ou mulher. Podemos compará-lo ao cargo conhecido no Brasil como Ekeji ELE CARREGA O VODUN, INCORPORA - E sohoun (ê sô roum) ELE, ELA - E ELE FALA FONGBE - E se fongbe ( ê sê fombê) ELEFANTE - Adjinacu (adjinacú), Ajinaku (adjinacu) ELES - Awon (awom) ELES, ELAS - Ye (ié) É LONGE - Hedem (redêm) EM, DENTRO - Nino (ninô) EMAGRECIMENTO, ENFRAQUECIMENTO - Kudjidji (cúdjidjí) EMBARQUE - Vudjodjoa (vûdjôdjôâ) EMPREGNADO - Fo (fô) (Detifu la fo vu = o algodão está empregnado de sangue) ENCANTAMENTO - Bo (bó), Bogbe (bóbê), Gbesisa (bêssissa) ENCONTRAR - Apon (apôm) ENGANOU-ME - Guichome (guitchomê) ENROLAR - Holo (rôlô) ENSINAR - Ko (có), Kplon (kplôm) ENSINAR, PROFESSOR - Mele (mele) ENCANTAMENTO - Wunyi (u-uni-í) ENCANTAMENTO LANÇADO POR BRUXAS - Mganga (mgangâ) ENGANO - Eloehan (êlôêrram) ENIGMAS, CHARADAS - Nuba–soxo (nuba–sôrrô) ENLOUQUECER, ESTAR LOUCO, MALUCO, HSPÍCIO - Sinxome (sinrômê) ENROLOU REPENTINAMENTE - Ibiri (ibilí) ENSINAR - Ko (có) ENSINE-ME - Plomme (plôm me) ENTERRAR - Sim (sim) ENTRAR - Bodje (bôdjê) ENVIAR - Sedo (sêdó) ENXADA - Alin (ali), Ikoko (icôcô) É PERTO - Hehiha (rêiram) EQUILIBRADO - Kuda-yijin-jon (kuda-ijin-jon) ERVAS, RAMAGENS - Gbe (gbê) ESBRUGAR FEIJÃO - Ifleahicum (iflêarricum) ESCÂNDALO - Bosou (bôssou) ESCOLA - Wemaxome (uemarrômê), Suku (súcû) ESCONDER - Be (bê) ESCORRER - Debloda (deblôdá), Sato (sato) ESCRAVO, CATIVO - Kluvi (clúví), Klu (clú), Akru (aclú) ESCREVENDO - Edehuhem-agulamcam (êdêruem agulancam) ESCREVER - Gulam (gulam) ESCRITO - Hébu (rêbu) ESCULTOR - Bochiokpato (bôtchiôpatô) ESCURO, SEM LUZ - Zimflu (zinflû) ESCUTAR, FALAR - Se (sé) ESCUTAR, ESCUTA - Doxo (dôrô) ESFORÇO - Tinkpon (timpom) ESPAÇO AO AR LIVRE QUE LEMBRA A ÁFRICA (restrito aos filhos da casa) - Pamahim (pamarrim) ESPADA - Guhigâ (gurigâ) ESPADA USADA POR VODUN DAN - Takará (tacará) ESPALHAR, DIFUNDIR - Kaka (cácá) ESPECIALISTAS NA LEITURA DE VÁRIOS TIPOS DE ORÁCULO (São os principais sacerdotes de combate à feitiçarias) - Obo (óbó) (o plural de Obo é Ebo) ESPERANÇA - Aba (abá) ESPERAR - Lábá (laba) ESPERE, TENHA PACIÊNCIA, DEMORA, ESPERAR – Note (nóté) ESPERE POR MIM - Nosipon me (nôssipômê) ESPIÃO - Agbajigbeto (abaji-bêtó) ESPINGARDA - Wele (uêlê), So (só) ESPINGARDA, CHUMBO - Sopen (sôpem) ESPINHA, ESPINHA DORSAL - Wun (uun) ESPÍRITO - Luvo (lúvó) ESPÍRITO (Haiti) - Loa (lôá) ESPÍRITO, ALMA QUE HABITA O CORPO FÍSICO - Kpeli (kpêli) ESPÍRITO GULOSO E EGOÍSTA - Yo (ió) ESPÍRITO MALÉFICO MUITO TEMIDO PELO POVO FON - Abonsan (abônsam) ESPÍRITO MAU QUE PODE ASSUMIR VÁRIAS FORMAS DE CRIANÇA OU ANIMAL - Bakar (bacar) ESPÍRITOS DO ORÁCULO - Thila (trila) ESPÍRITOS TEMIDOS DAS FLORESTAS SAGRADAS - Avevoin (avêvôim) (ave = floresta; voin = espíritos temidos). ESPÍRITO VELHO - Dopogwe (dôpôgüê) ESPOSA - Asiche (assitchê); Esposas Asichele (assitchêlê), Siche (sitchê) ESPOSA (A SUA) - Asitowe (assitôwê) ESSE, ESSA, AQUELE, AQUELA, AQUILO, QUE, O QUE, PARA QUE, AFIM DE QUE, DE MODO QUE, DE TAL MODO - Nayi (naii) ESTABELECIDA - Toro (tôlô) ESTÁ CHEIO - Hegon (rêgom) ESTÁ CONVERSANDO - Hdechou-docom (dêtchou-dôcom) ESTÁ DOCE - Hebibi (rêbibi), Hévivi (revivi) ESTAR - Towele (touêlê) ESTAR DOENTE - Hejazon (rejazom) ESTÁ ROTO - Hevun (rêvum) ESTA TERRA - Toumefi (toumefi) ESTÁ VELHO - Nu ci ko (nussicô) ESTE - Yi (ii) ESTEIRA - Azeni (azeni), Zenim (zenim), Plapla (pláplá), Zoklé (zôklê), Zan (zam), Zani (zani) ESTEIRA DE PALHA - Azam (azam) ESTÉRIL - Agan (agâm) ESTES - Wonyi (uonii) ESTIMA, APREÇO - Kafukafu (cafu-cáfú) ESTÔPA - Hazan (razam) ESTOU AQUI! - Um faz fi (um fazfi) ESTOU DOENTE - Humjazon (runjázon) ESTOU SUADO - Hugèdem (rugêdêm), Humgeden (rungêdêm) ESTOU SUJO - Humcudiun (rumcúdiúm), Humcutiu (runcútiú) ESTRADA - Ali (alí) ESTRAGAR - Gbele (belê) ESTRANGEIRO, INIMIGO - Djedje (djêdjê) ESTREBARIA - Sochome (sôtchômê) ESTRELA - Alawe (aláuê) ESTRELA (“ Filha da lua” – sun = lua + vi = filha) - Sunvi (sunvi) ESTUDAM O VODUM (os que) - Hounsis (roussis) ESTUDANTE - Sukuvi (súcûvi), Azomevi (azômevi) ESTÚPIDO - Kutsu (cútsú) EU - Um (um), Un (u), Emi (êmi) EU AMO VOCÊ - Un nyi wa nu we (un nii ua un uê) EU FALO FONGBE - Un fongbe bi (u fonmbê bi) EU NÃO CONHEÇO - Un tuun um (um tuum um) EU NÃO SEI - Um tuun an (um tum am) EU SOU CEGO – Humtó nu kum (runtônucum) EU TENHO OLHOS - Nhitim nucum (nritim nucum) EU VEJO - Nhimónum (nrimônum) É VERDADE - Numbou (numbôu) EVOCAÇÕES, LOUVAÇÕES E SAUDAÇÕES FEITAS DE FORMA QUASE POÉTICA AOS VODUNS, À NATUREZA E AOS ANCESTRAIS - Mlanmlan (Milan-milam) EXCEDER - Ju (dju) EXCELENTE, BOM - Gangi (gângi) EXPRESSÃO USADA PELAS MULHERES PARA CHAMAR OS FILHOS - Kosi-kosa (côssi-côssá) EXTREMAMENTE, MUITO - Din (din) EXCITAR, IRRITAR, PROVOCAR - Defu (défú) EXU (Haiti) - Eleggua (êléguá) EXUMAÇÃO - Famadihana (fama-di-raná) ************* LETRA “F” ************* FÁ (mensageiro de Deus Fá) - Gbewendoto (fá-bêuen-dôtô) FACA - Hwi (rúi), Guhi (gurri) FALAR - Se (sé), Xo (rô) FALSO - Nugbo (nubô) FALTA POUCO - Epoupare (êpouparê) FALTAR - Gon (gôm) FAMÍLIA - Hennu (rem-nû) FARINHA - Alefim (alefim), Lefim (lêfim) FARINHA DE MANDIOCA - Atimcam-elefin (atincam-elêfim) FATALIDADE, SORTE, SINA - Biava (biávâ) FAZENDEIRA - Glesi (glêssi) FAZER - Hen (rêm), Doubou (doubou), Dá (da) FAZER, FAZ - Blo (blô) FAZER COMIDA - Indubo (indubó) FAZER O BEM, BEM, BOM - Dagbe (dabê) FECHA A PORTA - Sugom (sugôm) FEDER - Helvam (relvam) FEIJÃO - Ahikun (arricum), Ayikun (ai-icum) FEITIÇARIA - Ohoni (ôrrôni) - FEITICEIRAS - Azetos (azêtôs), Kennesi (quem nessi) FEITICEIRO - Azekpato (azêpatô) FEITICEIRO, FEITICEIRA, BRUXOS, FEITIÇO - Aze (aze) FEITICEIRO CHEFE - Azaundato (aza-um-dató) FEITIÇO, ENCANTO - Boso (bôssô) FELINO - Alului (aluluí) FELINO MITOLÓGICO MUITO ADORADO E RESPEITADO PELO DAOMEANO - Dugbo (dugbô) FÊMEA - Abo (abó) FERIDA, GOLPE, CHAGA - Abi (ábî) FERRAMENTA PEQUENA QUE DAN TRAS NAS MÃOS - Também conhecida como trakar - Traken (traquêm) FERRAMENTA DE DAN - Draka (dracá) FERRAMENTA DE DAN, GRANDE - Patokwe (patôqüê) FERREIRO - Ayato (aiatô), Ayoto (aiótô) FERRO - Gan (gam) FESTA, CELEBRAÇÃO - Azadjudju (ázâdjûdjû) FESTIVAL DA CAÇA - Aboakyer (abô-a-kiu) FETICHE - Houn (rôm) FICA QUIETO! - Nó fi abo (nôfiabô) FICAR - Sin (sim) FICAREI - Mayi (maii) FILHO, FILHA - Vichê (vitchê) FILHO DE FÁ (pessoas iniciadas no culto de Fá) - Fávi (fávi) FINGIR - Ho nu (rônú) FINO, DELGADO - flim-flim (flinflim) FIO - Faran (fálâm) FIO DE CONTAS - Ges (gés) FLAUTA - Pete (petê) FLECHA - Huran (ruam), Huan (rûâm) FLECHA, LANÇA (A flecha que mata) - Ganu’ulano (ganû-ûlânô) FLOR - Kitula (quitula) FLORESTA - Zun (zum), Igbo (ibô) FLORESTA (Ashanti) - Kwae (cu-aê) FLORESTA DE DAN - ZunDan (zundam) FLORESTA DE FÁ - Fázun (fázum) FLORESTA SAGRADA DOS CROCODILOS - Elove (êlôvê) FLORESTA SAGRADA DE DAN (que fica localizada em Adja) - Danve (danvê) FOGO - Zome (zôme), Zo (zô), Izo (izô), Myo (mio) FOLGAR - Da ahigum (dâ arrigum) FOLHA DE CAJÁ - Aconconê (aconcônê) - nome também dado ao Vodum Loko FOLHA DE MANGUEIRA - Ewe maba (êuê mabá) FOLHA DO DENDEZEIRO - Dekàn (dêcam) FOLHAGEM - Aba defe (abá dêfê) FOLHAGEM (cerimônia da cultura Mahi) - Kaya-kaya (caiá caiá) FOLHA MEDICINAL - Atikete (atiquêtê) FOLHA QUE AFASTA COBRA (As pessoas plantam essa erva em suas casas para afastar as cobras. Essa erva pertence a Gu) - Dan Mahi a (dam-marrí-á) FOME - Akove (acovê) FOME (ter) - Gubesumi (gubêssumi) FOME, PENÚRIA, NECESSIDADE - Dototo (dótôtô) FONTE DE ENERGIA, SE REFERINDO AO SOL (cultura Ashanti) - Omawia (ôma-uia) FONTE, PROCEDÊNCIA - Iton (itom) FONTE DE VIDA (inventor da vida: Deus) - Mahugbedoto (marru-bê-dôtô) FORA, DO LADO DE FORA - Efan (efâm) FORÇA, ENERGIA - Koto-Kiti (côtô-quiti) FORMIGA - Eicizen (êicizêm), Azinzem (azinzem) FORNICAR - Jonu (djônu) FORNO - Aclachome (aclá-tchômê) FORNO (Palavra da cultura Fanti-Ashanti, que designa o local do fogão onde se assa alimento. Foi incorporada no vocabulário portugues há mais de trezentos anos, como o mesmo significado. - Forno (forno) FORRO - Methomereu (metro-muêu) FORTE - Liman (limam) FORTE (pessoa forte) - Doglo (dôglô), Kilidja (quilidja) FORTE, FORTEMENTE - Adansi (adânsi) FORTE, MUITO FORTE, GORDO - Glagla (glagla) FÓSFORO - Poizo (pôizô) FÓSFORO, TOCHA - Sidzo (sidzô) FÓSFORO, CACHIMBO - Azoke (azôquê) FRANCÊS - Sujaken (sujaquem), Flasegbe (flassêbê) FRANCO (moeda) - Flan (flân) FRANGO - Koklo (côclô) FRESCOR - Fafa (fáfá) FRESCOR, PAZ, TRANQUILIDADE - Fifa (fifa) FRIO - Fa (fâ), Avivo (avivô) FRIO (para o mês de agosto, em que a temperatura cai) - Vuvu(vuvu) FRIO, NÃO QUENTE - Aigbona (aibôná) (Ai = não + Gbona = quente) FRONTEIRA, LIMITE - Agbodome (abôdômê) FRUTAS (Figos, sidras, goiaba e outras frutas semelhantes) - Atim sisem (atim sissem), Atin si sem (atin-sissêm) FRUTO DO DENDEZEIRO - Kuku (cucú) FRUTO DO DENDEZEIRO (coco do dendezeiro) - Dèkin (dêquim) FUGI - Humsi (runsi) FUGIR - Humani (rumání), Dede(dêdê) FUGISTE? - Guisi? (guissi?) FUGITIVOS, PERDIDOS - Mebubun (mêbubum) FUMAR, PITAR - Yu (iu), Da-azozem (dâ-azôzem) FUMO - Ozo (ôzô) FUNDADOR MÍTICO DE UM GRUPO FAMILIAR - Tohwiyo (tôrruíô) FURAR, CRAVAR ALGO PONTUDO - Gun (gum) FURIOSO - Adanto (adôntô) FUZILAR, DEGOLAR, APUNHALAR, TALHAR, FORJAR (O gubasa ou faca de Gu é o emblema de todas essas ações. Designa aquilo que é cortante) - Basa (bássá) FUNERAL (cerimônia que separa as partes que compõem a alma da pessoa e força de vida e o Vodum, para que cada um siga seu destino) - Desanim (dêssanim) FURTAR - Djadjou (djádjou) ************* LETRA “G” *************** GAIMPE – Terceiro sacerdote ogam que acompanha a mãe/pai de santo em todos os fundamentos de uma ahama – aquele que é responsável pela coleta e pela reza das folhas - Gaimpe (gaimpé) GAIOLA - Adya (adiá) GALINHA - Koklo'si (côclôsi), Kôkôlo (côcôlô), Akokolo (acôcôlô) GALINHA D’ANGOLA - Agbanlim (Abanlim), Aglono (aglônô), Catraio (catlaiô) GALINHA DE GUINÉ - Sonu (sônu) GALINHA NANICA - Couculoulêquetê (couculêkêtê) GALINHAS - Couculou (couculou) GALINHEIRO - Coucolouchòme (coucôloutchômê) GALO - Kôkôlosu (côcôlôssu), Couculou sù (couculoussú), Akokolo (acôcôlô), Hesu (rêssú) GALO PRETO - Akokolo-deniye (acôcôlô-dêniiê) GAMELA - Apakou (apâcou) GANHAR - Hunguhi (rungurri) GARFO (Palavra da cultura Fanti-Ashanti que designa um objeto usado para se comer. Foi introduzida no vocabulário português como garfo, que tem o mesmo significado) - Gaflo (gaflô) GARGANTA - Wheye (urrêiê), Végome (vêgômê) GAROTA, MOÇA - Nyonny (niônni) GAROTO - Vitowe (vitouê) GARRAFINHA, FRASCO - Akadjigoe (ácádjigoê) GATO - Ahaui (arrauí), Awi (aui) GAZELA - Te (tá) GELO - Glace (glacê) GENGIBRE - Ata (atá) GENTE - Gamlimno (ganlim nô) GLORIA A ... - Elou (êlou) GLORIA AO VODUN - Elou Vodou; GOLPEAR - Glankpa (glânkpá) GORDO - Hedejou (rêdêdjou) GORDO, IMPORTANTE - Gbo (bó) GOSTAR - Tankou (tancôu) GOSTO - Made (mádê) GOSTO MUITO DE VOCÊ - Un nyi wa nu we gangi (um nii wa wê gangi) GOVERNADOR - Achosu (atchôssú) GRANDE - Din (dim), Daho (darrô) GRANDE PÁTIO - Dagblome (dablômé) GRÃO-SACERDOTE DE UMA REGIÃO - Aplogan (aplôgam) GRÁVIDA, GRAVIDEZ - Emochou (emôtchou) GRITAR - Dogo (dôgô) GRITO, BRADO, EXCLAMAÇÃO, VOZ CORRENTE, IMPLORAR - Avixogbe (avirrôbê) GROSSO - Clou (clouu) GROSSO (é, ser) - Èclou (éclou) GUERRA - Wan (uãm), Whan (urram), Ahuan (arruam), Aguan (agu-am), Ava (ává) GUERRA, CAMPO DE BATALHA - Humahuane (ruma-ruané) GUERREIRA - Ahuan-nowen (arruam-nôuê), Avawola (áváwólâ) GUERREIRO - Asafo (assafó) ************* LETRA “H” *************** HÉRNIA - Akplolui (âcplôluí) HIENA - Hala (ralá), Alekpe (alêkpê) HIPÓCRITA - Ledanou (lêdânou) HIPOPÓTAMO - Degbo (dêbô), Kiboko (quibôcô) HISTORIADOR DEDICADO À CULTURA EWE/FON - Akyea (aquieá) HOJE - Ebe (êbê), Egbe (êbê) HOMEM - Sunno (sunnô), Okonhi (ôkonri), Mounn (môum) HOMEM (cultura Gbê, Minas jeje - Gbete (bêtê) HOMEM DO CAMINHO - Alifoe (alifôê) HOMOSSEXUAL - Masisi (massissi) HORA - Gan (gam) HORA (o momento em que são feitas as coisas, momento oportuno) - Gafofo (gafófó) HÚMUS, TERRA VEGETAL - Adju (âdjú) HOMEM VELHO - Nuumo(nuumô) ************* LETRA “I” *************** IDADE, TEMPO, SÉCULO, ERA, ÉPOCA - Fé (fé) IDIOTA, ESTÚPIDO, IDÉIA ERRADA, ILUSÃO - Fuflu (fúflû) IGNORANTE - Agbalemanyala (agbálêm-mániálá) IGREJA - Avo-dumchuhe (avôduntchurrê) ILÁ (Som emitido pelo Vodum quando incorpora no iniciado, similar ao ilá dos yorubanos) - Sio (sió) ILETRADO- Agbalemanyala (agbálêm-mániálá) ILHA - Fumekpo (fúmékpó) ILUMINAÇÃO - Keklen (kêklêm) ILUMINAR, ESPALHAR LUZ - Klen (clên) IMÃ, ATRATIVO - Galega (gálégâ) IMAGEM, JURAMENTO - Nutata (nûtâtâ) IMEDIATO, IMEDIATAMENTE - Enumake (ênúmâkê) IMENSIDÃO - Takeke (tákêkê) IMENSO, ILIMITADO, INFINITO, ENORME - Keketa (kêkêtâ) IMPORTÂNCIA, VALOR, CRÉDITO, INFLUÊNCIA, VAIDADE - Vevinyenye (vêví-niêniê) IMPORTAR, TER IMPORTÂNCIA, INTERESSAR - Djesiadje (djéssiâdjê) IMPOSTO SOBRE PRODUÇÃO AGRÍCOLA - Kuzu (cuzú) INCÊNDIO - Dzogan (dzôgâm) INCOMPATÍVEL - Nuvenu (nuvenú) INCOMPLETO - Madeblibo (mádéblîbó) INCONVENIENTE - Gugu (gúgú) INDECISÃO, DÚVIDA, HESITAÇÃO - Makadjedzi (mácâdjêdzi) INDESTRUTÍVEL (se referindo a Deus na cultura Ashanti) - Hye Anhye (riê anriê) INFELICIDADE - Niran (nirâm) INFERNO - Zoume (zoumê) INFIEL, DESLEAL, PESSOA QUE FALTOU COM O JURAMENTO RELIGIOSO - Alakpato (álákpâtô) INFINITO, ETERNO, MUITO GRANDE - Masefe (mássêfe) INFORTÚNIO - Afoku (afóku) INFUSÃO DE ERVAS - Gbedjadja (gbêdjádjá) INGLÊS - Glensigbe (glêsibê) INGRATIDÃO - Akpemadamada (apêmádâmádâ) INGRATO - Akpemadala (apêmádâlâ) INHAME - Tè ( té), Yam (iam) INHAME NOVO, BROTO DE INHAME - Tèvi (tévi) INICIADO EM VODUN (Haiti) - Hounsi (rounsi) INICIADO NOS MISTÉRIOS OU SEGREDOS DOS VODUNS - Kanwelo (canuêlô) INIMIGO - Kwento (cu-entó), Kuento (cuêntó), Majeto (magêtó) INOCENTE - Demanyala (dêmániâlâ) INOFENSIVO - Kulevi (culêví) INTELECTUAIS - Klakes (claquês) INTELIGÊNCIA, INTELECTO, INTERPRETAÇÃO PESSOAL - Gansise Xogbe (gansessê-rôbê) INTELIGENTE - Nyanu (niânû) INTENTO - Ate (atê), Ati (aatii) INTERIOR - Ino (inô) INTERRUPTOR - Apokoibe (apôcôibê) INTESTINO - Doka (dócá) INTESTINO GROSSO - Dokagan (dócágâm) INTIMAMENTE - Mo-ahá (môarrâ) INÚTIL - Gbolo (gbôló) INVENTOR INFINITO (se referindo a Deus NA cultura Ashanti) - Odomankona (odô-man-cô-na) INVERSO - Sagato (ságátó) INVOCAÇÃO (ação de invocar alguém ou alguma coisa) - Mlafofo (mlâfófó) INVOCAR, IMPLORAR, PEDIR, SUPLICAR - Fo mla (Fô mlâ) INVÓLUCRO FÍSICO DA ALMA, O CRPO FÍSICO - U-Agbasa (ûabassá) IR, VOU - Na yi (naii) IR, PARTIR, IR ALÉM - Lo (ló) IRÔNICO - Odjum (ôdjúm) IRRITADO, ZANGADO, IRADO - Xome na (rôme na) IRRITAR - Mi (mi) IRRITAR, PROVOCAR - Defu (défú) ISTO, ESTA COISA - Esia (êssiá) ************* LETRA “J” *************** JÁ, AGORA - Yijung (iijun) JANTAR - Duguheme-num (dugurrêmê-num), Guhemenum (gurrê-mê-num) JARRO COM ÁGUA - Gozin (gôzim) JARRO PARA ÁGUA - Goli (gôli) JAVALI SELVAGEM - Gbegluza (gbégluzá) JEJES - Dyedye (diediê) JEJUAR - Awe (auê) JOELHOS - Pougouli (pougouli) JOGAR - Nhaco (nrâcô) JOVENS - Tokwenos (toqüênos) JUÍZO, - Gansise Xogbe (gansessê-rôbê) JULGANDO (está) - Edaconucom (êdacônucom) JULGAMENTO - Mayiwhe (maiurrê) JUNTAR-SE A UM GRUPO, JUNTAR-SE A UMA COMUNIDADE - Wanupri (uanupli) JURA, JURAMENTO - Nuxwelexwle (nurruêlêrrulê) JURAMENTO - Atabu (atabú), Atam ( atam) JURAMENTO DE LEALDADE - Agbeko (agbêcó) JURAR, JURADO, JUROU - Ka atan (cã-atam), Ka-atabu (câ-atabú), Ta un (táum) JUSTIÇA - Oma (omã) ************* LETRA “L” *************** LÁBIOS - Nunplou (nunplôu) LAGARTO COMUM EM BENIN - Aloto Gecko (aloto-gecô) LAGO - Otan (ôtam), Togwede (tógüedê) LAMBUSAR, BESUNTAR - Shan (chã) LAMENTAÇÃO, LAMENTO, PRANTO, LAMENTAR, DEPLORAR - Alexuxo Xogbe (alêrrurró rôbê) LANÇA MORTÍFERA (duas lanças bifurcas presas a uma vara comprida - Akplohuan (aplôrruam) LANÇA MORTÍFERA USADA PELOS VONDUS CAÇADORES - Apia (apiá) LANÇA TIPO ARPÃO - Kponuhwan (pônurruam) LARANJA (fruta) - Hihabouzom (riabouzom) LARGO, EXTENSO - Keke (quéqué) LATIDO DE CÃO - Avixogbe (avirrôbê) LAVANDO OS PÉS (está) - Edafõ-clocom (êdafon-clôcom) LAVANDO ROUPA (está) - Edavouhacom (êdávôurácom) LAVAR - Clo(clô), Lewu (lêuu) LAVAR PRATOS - Cloabam (clôabam) LAVAR OS PÉS - Cloafo (clôafô) LAVAR AS MÃOS - Cloalo (clôaló) LEÃO - Kini-kini (quiniquini) LEGBA (encarregada da guarda da casa, do homem e dos animais) - Houeli (rôuêlí) LEGUME (um) - Ebolo (êbôlô) LEI CÓSMICA - Loi (lôi) LEITÃO - Vgam vu (vganvu) LEITE DE VACA - Nhinosim (nrinôssim) LENÇO - Décio (décio) LENÇOL BRANCO - Devol (dêvol) LENDIAS - Jazem (djazem), Jozim (djôzim) LENDO (está) - Edehuhema-Chlécom (êdêrruêma tchlecom) LENHA - Nake(naquê) LEOPARDO - Ohui (ôrruí) LEQUE, ABANO, ESPELHO - Abebe (abébé), Ezuzu (ezuzu) LER - Clehuhema (clêrrurrêmâ) LESTE - Lisa-ji (lissaji) LETRA “A” - Yon (íon) LEVA-ME RÁPIDO (Transporte muito usado no Benin por ser o mais barato e rápido) - Anaweê (anauêê) LEVANTA - Koklo'su (coclussu) LEVANTE-SE - Titê (titê) LEVANTOU - Kede (kêdê) LICENÇA (Pedir. Usado para interpelar qualquer espírito) - Ago nu kwe (agô no qüê), Ago (agô) LICENÇA CONCEDIDA, RESPOSTA AO PEDIDO DE LICENÇA PARA ENTRAR OU INTERROMPER ALGO - Kosindin-ko (côsindim có) LÍDER - Tonuglawuo (tônuglau-uo) LIMÃO - Bou toucle (bou touclê) LIMO DA COSTA - Karite (calitê) LIMPE-SE - Sumbum(sumbum), Sunsun (sunsum) LIMPEZA, DESCARREGO, EBÓ, SACRIFÍCIOS - Adha (adrá) LÍNGUA (idioma) - Êdê (êdê), Língua Gbe (bê) LÍNGUA DO VODUN (dialeto) - Vodungbe (vodumbê) LÍNGUA FALADA PELO GRUPO ÉTNICO FON QUE HABITA O BENIN - Fongbe (fonbê) LINHAGEM - Ako (aço) LINHAS - Avocam (avocam), Avokan (avocam) LIVRE - Anide (anidê) LINGUIÇA - Vgamdo (vgandô) LITÍGIO - Hwe (ruê) LOBO - Hla (rlá) LOJA DE TECIDOS - Avósáchòme (avôssá-tchômê) LOMBRIGA - Dam(dam) LONGO - Hinhõ (rinrrô) LOUCO - Fou (fôu), Hanon (ránôm), Xome (rômê) LOUVAÇÃO À BABÁ EGUNGUM - Bababo (bababó) LOUVAR, GLORIFICAR - Yra (ilâ) LUA - Sun (sum) LUA (um dos nomes de Mawu) - Mau (maú) LUAR - Sum degi (sundêgi) LUGAR - Ibi (ibi) LUGAR ONDE ESTÁ ASSENTADO O PEJI - Kume (cumê) LUGAR ONDE O SOL DE PÕE - Badahwedji (bada-ruêdji) LUGAR SAGRADO - Kala-Kwala (calá-cualá) LUZ, VER - Iri(irí) ************* LETRA “M” *************** MACACO - Ha (ra), Zinhu (zinhu), Oha(ôrrô) MACACOS - Azi (azi) MACHADO - Asiko (assicô) MACHADO DE PEDRAS - Sokpe (sôkpê) MACHO, MARIDO, HOMEM - Asu (assu) MADEIRA, ÁRVORE - Atin (atim) MADRUGADA, ALVORECER - Fonjli (fôndjli) MÃE - Nohe (nôrrê), Non (nôm), Nosye (nôssiê), Neoncia (neônciá) MÃE DE SANTO (usado tanto para a sacerdotisa quanto para o Vodum dono da casa) - Kunbona (cumbona) MÃE DE SANTO (após sua passagem de yao para um grau superior, sete anos após a iniciação) – Yatemi (iatêmi) MÃE DE SANTO NO JEJE DE MINA - Noshe (nôchê) MÃE PEQUENA - Zandokoe (zandôcôê) MAGIA, ENCANTAMENTO - Bo–xogbe (bó-rôbê) MAGRO - Hebelahu (rêbêlau) MÁGOA - Veve (vévê) MAL, MALEFÍCIO - Busu (bussu) MALÁRIA - Pallu (palú) MALFEITOR, PESSOA RUIM - Adadeke (adadêquê) MALUCO, LOUCO - Matita (matitá) MAMAS, SEIOS - Ano (anô) MANDIOCA - Ajangun (ajangum), Yicca ( iicá) MANDIOCA, FARINHA DE MANDIOCA - Agbagudà (agbagudá) MANDIOCA RALADA - Gari (gali) MANHA - Zanzan (zanzan) MANTEIGA DE AMENDOIM - Klui-klui (cluiclui) MANTEIGA DO REINO - Nhijou toubome (nrijou-toubômê) MÃOS - Alo (áló), (Minhas mãos - Alose (alóssê), Asi (assî) MARÇO (Mês de nenhuma união) - Agomakplwe (agômapluê) MARIDO - Su (su), Suche (sutchê) MARIWO (franjas de folhas de palmeiras desfiadas denominadas de mariwo pelos yorubanos) - Azan (azã) MAR - Hou (rôu), Ohum (orrûm) MARFIM - Oneke (ônêquê) MARIDO (SEU) - Asutowe (assutôwê) MARTELO DE FORJA - Zonkpe (zonquipé) MÁSCARAS DE EGUNGUM - Kovitos gouns (côvitós-gouns) MASSA DE INHAME BATIDA, SERVIDA COM CARNES E MOLHOS VEGETAIS - Fufu (fúfú) MATAR - Mioblo (miôblô), Kpe (kpé), Xu (ru), Igu (Igu), Kpa (kpá) MATAR BOI - Gu’nhi (gu nri) MATAR GALINHAS - Gucoukulou (gucouculôu) MATAR GENTE - Kumã (cumam) MATO - Zume (zumê) MATOU, MATAR (cultura Ashanti) - Owuo (ou-uô) MAU EDUCADA (Pessoa mau-educada) - Jimakplon (djimaplon) ME DÊ LICENÇA - Kosindin (côsindim) MEDICAMENTOS, DROGAS - Atama Sesen (átámâ-sêssêm) MEDICINAL - Ahame (arramê) MEDO - Berú (belú) MEDO - Hesi (rêssi) (Ter medo, temer Hesin (rêssim), Medroso Hesinon (rêssinôm) MEIA HORA PASSADA - Adade (adadê) MEIAS - Afoquedói (afôguêdôi) MEIO DIA - Guheme (gurrêmê) MEIO-IRMÃO - Tovi (tôvi) MEIO, METADE - Djime (jimê), Dzime (zimê) MEIOS, VONTADE DE FAZER ALGUMA COISA, DE PARTICIPAR - Jlo (djlô) MELADO - Getim mi (gêtimi) MELANCIA - Vkwâ (viqüâ), Vqua (vquâ) MENINO - Sumnu (sum nu) MENINO BRANCO - Hihàboubi (rirrâboubi) MENSAGEIRO DE DEUS - Odibosa (ôdibôssá) MENSTRUAÇÃO - Bogami (bôgamim) MENTIRA - Awo (auô), Lelo (lélô), Hihe (rirem) MERCADO - Axime (arrimé) MESA - Zam (zam) MESQUINHEZ - Nuveve (núvêvê) MESTRE DOS AMULETOS (aquele que detem os segredos de vodum) - Hubo-no (rumbônô) MESTRE E PROPRIETÁRIO DE TODAS AS RIQUEZAS - Dokunon (dôcunôm) MESTRES - Atik (atiquê) - ( Ati = intento + Ko = ensinar) MEU, MINHA - Che (tchê) MEUS, MINHAS - Chele (tchê-lê) MEU VODUN - Mai a Vodu (maia vodum) “Aho bo boy mai a Vodum” MEU VODUN - Manyan-Voudun (mayam-Vodum) MILHO MIÚDO - Li (li) MIM - Wa (uâ) MINGAU - Dan (dam) MINGAU RALO - Dengue (dengüê) MINHA MÃE OU MAMÃE (Termo muito usado no Benin, bem familiar. No Brasil é usada para designar Milho (não o tipo doce) - Agbade (abadê) MIOLOS, CÉREBRO - Agon gou gou (agom gougou) MISERICÓRDIA! - Akidexan (akidêram) MISTÉRIO - Kan-e (cam-ê) MOCOTÓ - Nhifo (nifô) MOCOTÓ DE PORCO - Vgamfo (vganfô) MOLHO - Unsunnu (unsun-nu) MOLHO FEITO COM CABEÇA DE PEIXE - Agouti (agoutí) MONTANHA - Ko (có), So (só) MONTAR - Nion (niom) MORINGA - Zin (zim) MORRER, MORTE - Kú (cu) MORREU, MORRER - Hèkù (rêcú) MORTE - Èkù (écú), Iku (icú) MORTE (cultura Ashanti) - Ku (cu) MORTE (a morte está chegando) - Dewa-kou-lele (deuá-coulêlê) MORTE NATURAL - Agonku (agôncú) MORTE PELO FOGO - Zoku (zôcú) MORTE POR ACIDENTE - Doku (dôcú) MORTE POR ATAQUE CARDÍACO - Eku lê dzido lele me (ecú lê dzidó lêlê me) MORTE SÚBITA - Kusue (cussuê), Kplakpla (kplapla) MORTE TEMPORÁRIA - Wu wo (uû uô) MORTOS - Ghedes (grêdês) MOSCA - Supo (supô) MOTORISTA, CHOFER - Montokunto (montôcuntô) MOTO-TÁXI - Zenijan (zênijam) MOVER - Vuvu (vûvû) MUDAR-SE - Tôguedou (tôquêdou) MUITAS ESPOSAS - Sukpoasi (supô-assi) MUITAS VEZES, MUITO TEMPO - Chouchou (tchoutchou) MUITO - Hwetenu (ruêtênû), Dopo (dôpô) MUITO, MUITA - Sánum (sânum) MUITO AFIADO, PICADO - Kuena (cuêna) MUITO, DEMAIS - Sukpo (sujpó) MUITO, GRANDE QUANTIDADE - Kaka (cacá) MUITO CARO! (Pechinchando de modo a emocionar o vendedor) – E Sukpo din! (ê supô dim) MUITO LENTO - Gbedegbio (bêdêbiô) MUITO OBRIGADA - Alhouanu kaka (alrôu-ánu-caca) MUITO OBRIGADA - Vodum Nadegi! (Vodum nadegi) MUITO OBRIGADA, AGRADEÇO - Paunha Anadeji (paunha abadêji) MUITO TRISTE - Tete (tété), Titin (titi) MUITO VELHO (pessoa muito idosa) - Hoho-lehunba (rôrrô-lerrumbá) MULATO, MULATA - Bobi (bõbi) MULHER - Yonu (iônu), Hinhono (rin-rônô), Obohi (ôbôri) MULHER BRANCA OU SINHÁ - Hihàbousi (rirâboussi) MULHER DAMA (prostituta) - Josi (djossi) MULHER DO CAMINHO - Aliposi (alipôssi) MULHER IDOSA (De onde saiu a gíria “gaga” que quer dizer velho, idoso) - Oga (ôgá) MULHER VELHA - Yoomo (ioômô) MUNDO - Kanavo (canavó) MUNDO DOS VIVOS (ser humanos), Terra da vida - Gbe Tome (bê-tômé) MUNDO ESPIRITUAL, MUNDO METAFÍSICO - Yesunyime (iêsum-imê) MÚSICA RELIGIOSA, O IMATERIAL, O SAGRADO, O ESPÍRITO - Yý (i-í) ************* LETRA “N” *************** NA BEIRA DO RIO - To a to (tó a tó) NAGÔS VINDOS DA REGIÃO DE BADAGRIS - Kadjanu (cadjanu) NAMORO, POEMAS DE AMOR, CORTEJAR - Amoxoda (amôrrôdá). NÃO, NENHUM - Eho (erô) NÃO DESCANSO (a partícula nu faz a negação do verbo - dakla = descansar, nu = não) - Daklanu NÃO DIGA ISSO - Madono (madônô) NÃO É CASADO - He magulialóoha (hêmagulialôrrâ) NÃO É LONGE NÃO - Hémademhã (rêmadênrã) NÃO ESTÁ DOCE - Madibilha (madibil-rsm) NÃO FUGI - Masiha (massirrá) NÃO, NÃO QUERO - Mágeroi hã (mâgélóí-ram) NÃO SER - Lai (laí) NÃO TEM NADA - Emàtim num ré hâ (ematim-nun-lêâ) NÃO TENHO A CHAVE - Gan matim (gam matim) NÃO TER - Kosi (côssi) NÃO TER, AUSÊNCIA - Matin (matim) NÃO QUERO COMER, NÃO ACEITO, NÃO QUERO (Jeje Brasil) - Moboa (môbôá) NARIZ - Ahótim (arrôtim), Aonti (aontim), Noti (nôti) NARINAS - Lilime (lilimê) NARRATIVA DE TEMPO (Conta a história de pessoas, personalidades) - Hwenuxo (huênuxô) NARRATIVA HISTÓRICA - Tanxo (tanrô) NASCIDO DA LUZ - Hihonvi (rirrônvi). NASCIDO NO BENIN - Beninese (beninessê) NASCIDO NO DAHOMEY (escreve-se também dahomeano ou daometanos) - Daomeano (daômêano) NASCIMENTO - Ibi (ibi) NEGRO, PESSOA NEGRA - Mewe (mêuê) NEGROS - Acruxchê (aclúr-tchê) NEM - Tabi (tabi) NENHUM - Akon (acom) NEÓFITO ÚNICO DE UMA AHAMA - Hunva (runvá) NEVE - Nelge NOITE - Zame (zâmê), Ozando (ôzandô), Ozondo (ôzôndô), Gbada (gbada), Hweme(ruêmê) NOME - Nyi (nii), No (nô) NOME DE UM PÁSSARO - Aluwe (alu-uê) NONO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Thimu (trimu) NÓS - Awa (âuâ) NÓS, VÓS, VOCÊS, TU - Mi NÓS DE COLA - Goho (gorô) NÓS DE COLA MOÍDA MISTURADA COM SANGUE DE ANIMAL E DE VEGETAL - Nudida (nudi-dá) NOSSO, VOSSO - Miton(mitôm) NOSSO SENHOR - Hihavouvodum (riâvôuvodum) NOVIÇOS DOS TEMPLOS DE VODUM NO BENIN - Kajekaji (cajêcaji) NOVIDADE, MUDANÇA, INOVAÇÃO, COISA RARA - Yeye (iéiê) NOVO, NOVA - Wheyo (urêiô) NOSSOS, VOSSOS - Mitonle(mitônlê) NOVIÇO (Pessoa recem iniciada no ritual Jeje-minas, neófito) - Navixe (navirrê) NUMERAL 1 - Dokpo (dokpô), Dupo (dupô), Xiao (rião) NUMERAL 2 - We (uê), Hope (rôpê) NUMERAL 3 - Ato (atom), Vtom (vtom) NUMERAL 4 - Ene (ênê), Hene (rené) NUMERAL 5 - Atoon (atôôm) NUMERAL 6 - Ahizem (arrizem), Aizen (aizem) NUMERAL 7 - Ati-hohe (atirrórê), Tem-we (têm-uê) NUMERAL 8 - Atihatom (atirrâtom), Tan-ton (tântôm) NUMERAL 9 - Atihene (arirrêné), Tenene (tênênê) NUMERAL 10 - Wo (uô), Ewo (éuó), Ouhou (ourrou) NUMERAL 11 - Ouhou rupou (ourrou rupou) NUMERAL 12 - Ouhohe (ourrórrê) NUMERAL 13 - Ouhutom (ourrutom) NUMERAL 14 - Ouhene (ourrênê) NUMERAL 15 - Afotom (afótom) NUMERAL 16 - Afotom kurupou (afótom culupou) NUMERAL 18 - Afotom cuhatom (afótom cuhatom) NUMERAL 19 - Afotom kuhene (afotom currênê) NUMERAL 20 - Ko (có) NUMERAL 21 - Cou cumhupou (cou cumrupou) NUMERAL 22 - Coucuhohe (coucurrôrrê) NUMERAL 23 - Coucu hotom (coucu rotom) NUMERAL 24 - Coucuh ene (coucurrênê) NUMERAL 25 - Cou hatom (courratom) NUMERAL 26 - Couhatom curupou (courratom curupou) NUMERAL 27 - Couhatom cuhohe (courratom currôrrê) NUMERAL 28 - Couhatom cubatom (courratom cubatom) NUMERAL 29 - Couhatom cuhene (courratom currênê) NUMERAL 30 - Gban (bam), Bam (bam) NUMERAL 31 - Bam cuhupou (bam currupou) NUMERAL 32 - Bam cuhohe (bam currôrrê) NUMERAL 33 - Bam cuhutom (bam currutom) NUMERAL 34 - Bam cuhene (bamcurrênê) NUMERAL 35 - Bam hatom (bam ratom) NUMERAL 36 - Bam atom curupou (bam atom culupou) NUMERAL 37 - Bam hatom cuhohe (bam hatom currorrê) NUMERAL 38 - Bam hatom cuhatom (bam hatom curratom) NUMERAL 40 - Care (calê) NUMERAL 49 - Bam hatom cuhene (bam hatom cuheme) NUVEM, NÉVOA - Akpokpo (apôpô) NOSSAS CRIANÇAS - Nouvi (nouvi) ************* LETRA “O” *************** O (artigo) - Kan (cam), Okan (ocam) OBRIGADA VODUN - Anadeji (vodum andêji) OCEANO, MAR - Hu (rú), Xu (ru) ODU - Du (du), Du-nõ (dunom), Iorossum Losô(lossô) ODU (dialeto Akan usado em Ghana) - Dunowo ( dunô-uô) ODU 1 (Ghana) - Gbemedzi (bêmêdzi) ODU 2 (Ghana) - Yekumedzi (yêcumêdzi) ODU 3 (Ghana) -Wolimedzi (uôlimêdzi) ODU 4 (Ghana) - Losomedzi (lossômêdzi) ODU 5 (Ghana) -Dimedzi (dimêdzi) ODU 6 (Ghana) - Nolimedzi (nôlimêdzi) ODU 7 (Ghana) - Abramedzi (ablámêdzi) ODU 8 (Ghana) - Aklamedzi (aclamêdzi) ODU 9 (Ghana) - Gudamedzi (gudámedzi) ODU 10 (Ghana) - Samedzi (samêdzi) ODU 11 (Ghana) -Akamedzi (acamêdzi) ODU 12 (Ghana) - Trukpemedzi (tlupêmêdzi) ODU 13 (Ghana) -Tulamedzi (tulámêdzi) ODU 14 (Ghana) - Letemedzi (lêtêmedzi) ODU 15 (Ghana) - Tsiemedzi (t-siêmêdzi) ODU 16 (Ghana) - Fumedzi (fumêdzi) ODU 17 (Ghana) - Tsietula (t-siêtulá) OESTE - Mau–ji (mauji) OFERECER COMIDA - Madonun (madônum) OH! DEUS - Ehh, Mawu! (ê, Mavu) OITAVO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Vimutinho (vimutinho) OK - Ene (éné) OLA! - Kudeu (cudeu) OLA! ALO! BEM VINDO! - Mi kwabo ( micuabô) OLÁ, OI - Kan (cam) ÓLEO VERMELHO - Ami vovo (ami vóvó) OLHAR - Pon (pôm) OLHOS - Anukun (anucum), Onokum (ônôcum), Ucum (ucum), Ucunhã (ucunham) OMBROS - Abónum (abônum) OMITIR - Koja (cojá) OMO – Odus (Ghana) - Kpoliwo (poli-uô) OMOLOCUM (Comida feita com feijão fradinho temperado oferecida a vários Voduns) - Muluku (mulúkú) ONDE ESTÁ - Fite de (fitê dê) ONOMATOPÉIA (para barulhos como sinos ou campainhas) - Clingon (clingom) (De bater à porta - Knock knock) OPINIÃO PÚBLICA - Avixogbe (avirrôbê) ORAÇÃO - Dezon (dêzom) ORÁCULO DE FÁ - Fagbo (fágbô) ORÁCULO DOS ANTEPASSADOS (conhecido antes do século XVIII) - Bo (bó) ORELHA – Odokwe (otocuê), Ôtôkwê (ôtôqüê), Utou (utou) ORELHAS - Vtou (vtou) OSSO - Chu (tchu), Fu (fú) OURIVES - Gamtulô (gantulô) OUVIR - Onako (ônôcô) OUVIR, ESCUTAR – Mise (missé) OUVIRARIA - Gantutochuhe (gantutô-tchurrê) OUVIR BEM - Osa (ôssá) OVELHA - Elem si (êlênsi) OVO - Hezim (rêzim), Azi (azi), Kokohegi (côcôrêgi) OVOS - Coucolouzin (coucôlouzim) OWARIM - Huolim (ruôlim) ************* LETRA “P” *************** PACÍFICO - Alevi (álêvi) PADRE, SACERDOTE- Avoduno (avôdunô) PAI - Thõhê (tronrê), To (tô) PAI (se referindo a um Vodum; designação dada ao Ogam que toca o atabaque) - Hunto (runtó) PAI (o meu; referindo-se ao Vodum de Jeje minas) - Tochê (tótchê) PAI DA VIDA (Aquele que possui a vida; o ser que gera a vida) - Bedoto (bêdôtô) PAI DE SANTO (usado tanto para o pai de santo quanto para o Vodum dono da casa) - Kunbono (cumbônô) PAI OU MÃE - Honbonon (rombônom) PAÍS - Peyi (pêii), Tome (tómé) PAÍS, CIDADE, RIO - To (tó) PAÍS DA ÁFRICA CENTRAL - Tongolo (rôngôlô) PALÁCIO - Achosuchuhe (atchôssû-tchôrrê) PALAVRA - Ogbe (ôbê) PALMITO - Depo (dêpô) PANELA - Zem (zêm) PANELA DE BARRO - Kolobo (colôbô) PANELA DE FOGO - Zenzon (zenzôn) PANOS DA COSTA, TOALHAS - Agadome (agadomê) PANO, PANO DA COSTA, TECIDO - Devo (devo) PÂNTANO - Gba (bá) PÂNTANO SALGADO - Jegbà (djebá) PANTERA - Kpó (kpó) PÃO - Akuku (acucu) PAÓ (Seqüência de palmas ritmadas em louvor aos Voduns/Orixás) - Dope (dopé) PAPAGAIO DA COSTA - Kese (késsé) PAPEL - Huhema (ruêma) PAPEL, ESTUDAR, CARTA - Wema (wêma) PARA - Faz (faz) PARÁBOLA - Alabalo (alabalô), Alobalo (alôbâlô) PARAÍSO (cultura Ashanti) - Biribi (bilibi) PARAÍSO (domicilio das almas) - Saexwe (sae-rûê) PARALIZAR - Zo (zô) PARA NÓS - Tome (tômê) PAREDE - Agbo (abô) PARENTES PRÓXIMOS - Xwe (rûê) PARIR - Eginio (êginô) PARIU FÊMEA - Egi-himhono (êgi-rinrônô) PARIU MACHO - Egi-suno (êgi-sunô) PARTIDA - Alo (alô) PARTIR, ROMPER, CASSAR, DESTITUIR - Fu (fû) PÁSCOA - Avódumnhi (avôdunhi) PASSAR (de um lugar para o outro) - Tan (tam) PÁSSARO - Awoin (au-ôin), Xe (rê) PÁSSARO DA MORTE (comandado pelas bruxas) - Shiguidi (chiguidi) PASSAROS - Eche (êtchê) PASTA VERMELHA, CREME VERMELHO - Sokpape (sôpapê) PASTEL - Acla (acla) PATÊ - Akume (acúmê) PATO - Kpakpa (pakpá), Papache (papatchê) PATRONA - Baja (bâjâ) PAU, MADEIRA - Atim (atiim) PAZ, TRANQUILIDADE - Fifa (fifa) PÉ - Afo (afô) PEÇAS DE ARTILHARIA - Sobalilan (sôba-lilam) PEDRA - Kpe (kpê), Ahuinha (arruinha), Okuta (okutá) PEDRA DE FOGO - Kpeizó (kpêizô) PEDRA PRECIOSA - Pitisome (pitissômê) PEGAR - Klo degpe (clô dêpê) PEGIGAM (Vodunsi assistente (masc/fem) dos Sacerdotes. Possa ser que o cargo Pegigam usado No Brasil tenha sido tirado desse) - Kpedziga (kpêdzigâ) PEIXE - Xwevi (ruêvi), Eja (êjá), Uhui (urruí) PEIXE (um tipo de) - Eboli (êbôli) PEIXE (cujas escamas se contrapõem uma às outras) - Sosogule (sôssôgulê) PEIXE CARPA (espécie de peixe) -Akpa (ákpá) PEJIGAN (Termo Jeje brasileiro, que designa o primeiro Ogam feito em uma casa de Jeje, e que é o chefe dos sacrifícios animais) – Pejigan (pejigan) PELA MANHÃ - Zafomno (zafôm nô), Zafonino (zafôninô) PELEJAR - Já (já) PELEJAR COM ALGUMA COISA - Ba-já (bajá) PELO, PENUGEM - Egwa (êgüá) PENA DE AVES - Ufun (ufum) PENAS DE GALINHA - Couculouun (couculoufum) PENEIRA - Mumjanum (munjánum), Numjánum (nunjánum) PÊNIS - Do (dó), Zozo (zôzô) PENTE - Sou (sou) PENTELHO - Vfum (vfun) PENUGEM DE FRUTOS - Detifu (dêtífu) PEQUENO - Hounji (roun-ji) PEQUENO, POUCO - Kpede (kpêdê) PEQUENO, PARTE DE (filial de uma matriz) - Kpevi (pevi) PERDÃO - Abiee (abiêê) PERDÃO (pedido de licença para entrar ou fazer algo) - Agoin (agôim) PERDI - Hegume (rêgumê) PERMITIR - Ieki (lêqui) PERNA - Afokue (afocuê) PERNA, COXAS - Asa (assá) PESAR - Géhên (gêrrêm) PESCA - Hwev (huev) PESCADOR - Guheguto (guhégutô) PESCADOR (filho da rede) –Dovi (dóvi) PESCAR - Kpejá (kpêjâ), Guhevi (gurrêvi) PESCOÇO - Kogudo (côgudô), Kukundo ( cucundô) PESSOA BRANCA (palavra de origem árabe) - Anisara (anissalá) PESSOA BRANCA - Batoure (bâtoulê) PESSOA FEITA NO JEJE DE MINAS (Os mahis denomina as pessoas feitas que não entram em transe, como vodunsihe, ogans e ekejis são um exemplo) - Vodunsihe (vodunsirrê) PESSOA QUE ENTRA EM TRANSE (pessoa feita no santo) - Vodunsi (vodunsi) PESSOA RESPONSÁVEL (por todos os ebós e carregos feitos na casa de santo por Togun, Otolu, Agué) - Abose (abôssé) PESSOAS - Me (me) PESSOAS DA CASA - Alale (alálê) PESSOAS IDOSAS - Nsamanfo (sámanfó) PIMENTA - Agbandaga (abandagá), Atakim (ataquim), Atakuim (atácuiim), Tohk (tôrk) PIMENTA DO REINO - Atakuim-touboume (atácuiim-tôubôu-mê) PINTINHO - Couculou si sâ (couculou sissâ) PINTO - Couculouvû (couculouvu) PIOLHO - Jô (djô) PLANTA, PLANTAR - Dou (dou) PLANTA ESPINHOSA - Selo (sêlô) PLANTA PEQUENA - Atinvu (atinvu) PLANTAS (Todas as espécies de árvores, ervas, mato etc.) - Ati (átî) PÓ BRANCO FEITO COM RESÍDUO DE CALCÁRIO (restos orgânicos de conchas e coral) e patchuli. – Kalx (calr) POBRE - Kuhatô (curratô), Cuhatô (currâtô), Huhameno (rurramênô) POBRE (que pede esmola) - Numbiatô (numbiâtô) POBREZA, MISÉRIA - Hen (rêm) POBREZA, NECESSIDADE, PENÚRIA - Hiahia (riárriá) POÇO (ou tanque de água que provém uma cidade ou forte; poça de água; caixa d’água) - Basin (bassim) POÇO - Uto (utó) PÓ DE CAFÉ - Atinkirikan (atinquilicam) PODE FALAR - Totokhe (tôtôclê) PODER, PERMITIR - Le (lê) PODER, SERENIDADE - Ashe (achê) PODRE - Henho (renrô) POESIAS DE AMOR - Amoxoda Xogbe (amôrrôdá-rôbê) POLÍCIA, JUSTIÇA - Axelu (arrêlu) POLIDEZ, CORTEZIA, MANEIRAS REQUINTADAS - Mesisi (messissi) POLIDO - Didi (didi) PÓLVORA - Atin-izo (atin-izô), Atin izô (atimizô), Nobo (nôbô), Sotutu (sôtutu) POMBAS - Hese (rêssê) PONTA - Aui (ábuî) PONTO CARDEAL: OESTE - Agohue (agô-ruê) PONTO CARDEAL: SUL - Agosa (agôsa) PONTO CARDEAL: LESTE - Agosi (agossi) PÓ PARA AFASTAR EGUM (ou qualquer espírito ruim usado pelo povo Fon - Markesha (malquechá) PORCA - Vgamsi (vgansi) PORCO – Han (ram), Vgam (vgam) PORCO (pejorativo) - Ehan (êrram) Porco PORCO, LEITÃO - Agrusa (agrussa), Agluzà (agluzá) PORCO DO MATO - Vgan zume tom (vgam zumê tom) PORCOS - Vagam (vagam) POR QUE NÃO? - Ete wutu? (êtêuutu) PORTA - Honbaja (rômbajá) PORTO DE EMBARQUE DE ESCRAVOS (foi o principal, também conhecido como Gléhoué (casa de campo), foi fundada pelo rei Kpasse) - Ouidah (ouidar) POTE - Kpo (kpô) POTE COM ERVAS MACERADAS - Hunsuntonho-veveu (runsuntônho-veveu) POTE DE BARRO - Bokuxé (bôcurê) POTES DE TERRA COTA - Dan Zin (dânzim) POUPOU VENDO MUITAS COISAS - Hum sánum (hunsânum) POVO - Anato (anató) PRAÇA (que precede a entrada do templo de Sakpata) - Badji (badjí) PRAIA - Xuta (rutá) PRÁTICA SAGRADA - Sin (sim) PRATO - Abam (abam) PRATO DE BARRO - Bakuxe (bacurré) PRAZER (prazer em conhecer) - Afé (afé) PRECEITOS (obrigações, grandes) - Gibehessu (gibêrêssu) PREGUIÇOSO - Folimno (fôlim nô) PREJUÍZO (para o mês de dezembro, quando há vento) - Balowi (balôui) PRESENTE! (exclamaçao que significa “estou presente”) - Kal! (cal!!) PRESENTES, BOAS COISAS - Dagbele (dábêlê) PRETO (cor) - Wi (ui) PRETO, NEGRO - Dudu (dudu) PREVIAMENTE - Ri (ri) PRIMEIRO - Zomlim (zonlim) PRIMEIRO A CHOVER (para o mês de abril) - Bogan (bôgan) PRIMEIRO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Dofono (dôfôno) PRÍNCIPE - Aho (arrô) PRINCIPIANTE, NEÓFITO - Ahuhete (arrurêtê), Ahute (arrutê) PRINCÍPIO, INTELIGÊNCIA, ALMA, ESPÍRITO - Se (sê) PROBLEMA - Koliko (côlicô) PROCLAMAR, PREGAR - Avixogbe (avirrôbê) PROFESSOR, MESTRE - Ako (acó) PROFISSÃO (passa de pai para filho) - Knowho (nourrô), Knowhow (nourrou) PROIBIÇÃO (kizila) - Beko (beco) PROIBIÇÕES, TABUS - Tosu (tôssú), Thefu (trêfu) PROIBIDO, TABU - Marafuku (malá-fucu) PROPRIETÁRIO - Nini (nini) PROSTITUTA, MULHER DAMA - Josi (djossi) PROTEÇÃO - Glo (glô) PROTETOR (divindade protetora) - Peche (pétché) PROVÉRBIO - Eve lododowo (evê lodo-dô-uô) PROVÉRBIOS - Loxo (lôrrô), Ioxo (iôrô) PROVOCAR - Defu (défú) PUBERDADE - Nugbeto (nubétô) PULGA - Avumjo (avunjõ) PUNÇÃO - Nutonu (nutônu) PURFICAÇÃO - Wuskasla (u us las la) ************* LETRA “Q” *************** QUADRIL (as cadeiras, no corpo humano) - Alim (alim) QUAL MEIO? (Por qual meio...?) - Awotekihn? (auô-tékirm) QUALQUER COISA - Nu ti (nuti) QUANDO - Xwe tenu (ruê tênu), Hwetenu (ruêtênu), Hwetenu (ruêtênu) QUANTOS RODEAR - Mape (mapê) QUARESMA - Avodumcu (avôduncu) QUARTINHA (jarra pequena) - Gonzen (gozem), Gozen (gozem) QUARTO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Fomutinho (fômutinho) QUARTO SAGRADO (onde ficam os assentamentos dos Voduns) - Verdencò (verdecó), Padone (padônê) QUARTO SAGRADO (que antecede o hundeme) - Sabagi (sabají) QUARTO SAGRADO (onde os iniciados ficam reclusos para iniciação em Voduns) - Humdeme (rundêmê) QUARTO SAGRADO (ou lugar sagrado onde se faz as oferendas aos Voduns no Haiti) - Djevo (djêvô) QUARTO SAGRADO (ou lugar sagrado onde se faz a consulta aos oráculos) - Bagi (bagi) QUATRO VEZES - Zomnabi (zôm nabi) QUE - Ete (êté) QUE, QUEM, O QUE (pronome) - Ti (ti) QUEBROU-SE - Heba (rêba), Helo (relô) QUE COISAS? - Numpoupoute (numpoupôutê) QUE DOR! (Expressão usada para dar uma bronca ou afirmar de uma forma irritada, ex.: Você sempre procura um argumento!; Você está realmente com dor.) - Xo ba! (rô ba) QUE HORAS SÃO? - Gan nabi we? (ganabiuwê?) QUEIJO - Nhinosin didâ (nrrinossim didâ) QUEIMAR - Niyan (niiâm) QUEM É? DE ONDE VEM? - Odyse-ennes? (ôdissé em-nês) QUEM É AQUELE? - Ete we? (êtê-uê) QUENTE - Cho (tchô), Gbona (gbôna), Ghona (grôna) QUERER (verbo) - Geroi (gêroi) QUERO - Humgeroi (rungerôi) QUIABO – Okroni (ôcrôni), Fevi (fêvi) QUINTAL – Mapami (mâpâmi) QUINTAL - Amadato (amádátó) QUINTO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Gamo (gâmo) ************* LETRA “R” *************** RÃ, COBRA D’ÁGUA - Bese (bêssê) RÃ, GALINHA D’ÁGUA (se referindo a rã) - Tokoklo (tôcôclô) RABO, CAUDA - Husi (russi) RACHAR - Zé (zé) RACHOU-SE - Heze (rêzê) RAIO, MONTANHA DE FOGO, VULCÃO - So (sô) RAIO DA TERRA - Doso (dôssô) RAIZ DE PAU - Atimcan (atincã) RAPAZ OU MOLEQUE - Vipe (vipê) RÁPIDO - Yeya (iêia) RÁPIDO, VELOZ, LIGEIRO - Ble ble (blêblê) RÁPIDO, DEPRESSA - Hihahuzon (riaruzon) RAPOSA - Hila (rilá) RARO - Dowan (douan) RATO - Afin (afim), Hêtô (reto) REALIZAR - Tse (tissê) REBAIXAR - Djidji (djídjí) RECEBER FÁ (entrar no culto de Fá) - Fa-Yiyi (fá-ií) RECEBER TÍTULO, TRONO, SUCESSÃO DE REINADO - Joye (djôiê) REDAÇÃO - De-xogbe (dêrrôbê) REENCARNAÇÃO - Amedzodzo (amêdzodzo) REFÚGIO, AMPARO, SOCORRO - Sitsofe (sítzófê) REGIÃO DE AR LIVRE, NO ALTO DO CÉU - Khe Kheme (crê crêmê) REI - Fia (fiá), Ahosu (arrossu), Hhó (rô), Hosu (rôssu) REINO - Touboume (touboumê) RELUZENTE - Wule (uúlê) REMADOR, GONDOLEIRO - Aklokunto (aclôcuntó) REMÉDIOS, FÓRMULAS - Nyi (ni-í) REMÉDIOS ALOPATAS - Bodida (bó-didá) REMÉDIOS ALOPATAS, ANTIBIÓTICOS (rejeitados pela Sociedade do Bo) - Dakabo (daca-bó) RESPONDENDO QUE NÃO QUER COMER (Jeje Brasil) - Mojurua (mojuruá) RESTO, DESTROÇO, RESTOS MORTAIS DO HOMEM - Wluiwlui (uluí-uluí) REUNIÃO DE FAMÍLIA - Akodeha (acôderrá) REUNIR - Oprir (ôplil) REUNIR, AGRUPAR - Wandeile (uandeilê) REZA, TEXTO RELIGIOSO, ORAÇÃO, SÚPLICA, PRECE - De Xogbe (dêrrobê) REZAR - Chle Vodou (tchlê Vodum) REZAS - Avalus (avalus), Cuhan (curram) RICO - Dokuno (dokunô) RINOCERONTE - Kifaru (quifaru) RIO - To (tó), Abam no (abam no), Todoum (tódô-um) RIO, RIACHO, CÓRREGO, LENÇOL D’ÁGUA - To (to) RIO DO DAHOMEY - Gahuto (gárrutó), Kufo (cufó), Todo (tôdô), Weme (uêmê) RIO, RIACHO, CÓRREGO - Tosisa (tóssissá) RIR - Counum (counum) RITMO - Behun (bêrrum) RITMO TOCADO EM ATABAQUES COM AQUIDAVIS - Kon (com) RITUAIS DE INICIAÇÃO (um dos) - Sagebe (sagêbé) RITUAIS DE PURIFICAÇÃO (equivalentes aos ebós feitos no terreiros de candomblé, no Brasil) Wanga (uanga) RITUAL (que simboliza a morte e ressureição da vida profana para a vida religiosa) - Kujo (cujô) RITUAL FEITO PARA O MORTO (em cima do asen, onde bichos são sacrificados) - Xwetanu (ruêtanu) ROÇA - Gleta (glêta) ROMARIA DE VODUN E VODUNSI - Pole (polê) RONCÓ (Lugar sagrado utilizado para a iniciação de neófitos - Sogbagi (sôbagi) (No Brasil chama-se Sabagi para designar o local onde os neófitos ficam recolhidos no primeiro período da feitura de Vodum) ROSEIRA - Gleta aeru (glêtâ aêrû) ROSTO (a face) - Bachuhe (bátchurrê) ROUPA, TECIDO, PANO, VESTUÁRIO, FAZENDA, SEDA - Avo (avó) ROUPA LARGA, VESTIDO LARGO - Kekewuo (quéqué-uô) ROUPAS VELHAS, TRAPOS - Avokija (avoquijá) RUGOSO - Katsakatsa (catsa-catsa) ************* LETRA “S” *************** SÁBADO - Nhigubê (nrrigubê) SABÃO - Sabão Natin (natim) SABÃO EM PÓ - Azolili (azólili) SABEDORIA - Gansise Xogbe (gansessê-rôbê) SABER - Tu (tû) SABER, CONHECER, ESTAR INFORMADO - Shidao (chidaô) SABER DE ALGUÉM OU DE ALGUMA COISA - Tuun (tuum) SABRE (espécie de. Lembra o gubasa, sem os símbolos) - Gudagbe (gudagbe) SABRE (Espécie de. Parecido com o gubasa, porém sem motivos gravados) - Gudaglo (gudaglô) SACERDOTE, PADRE - Voduno (vôdunô) SACERDOTE - Hounom (rounôm) SACERDOTE (Alto posto nos templos de Vodum no Benin) - Hunnom (runom) SACERDOTE ADIVINHHO - Bokono (bacônô) SACERDOTE ASSISTENTE - Bonsofo (bonsôfô) SACERDOTE AUXILIAR, ESPÉCIE DE PAI PEQUENO - Dehuin (dêrruim) SACERDOTE AUXILIAR DO CULTO DE EGUN - Kuto (cutó) SACERDOTE CHEFE DE UM HUN-KPAMÊ - Xwegam (ruêgam) SACERDOTE DE CULTO AOS ANCESTRAIS - Thodusi (tlôdussi) SACERDOTE DE DAN - Dangbenon (dambênom) SACERDOTE DE MAGIA NEGRA (Haiti) - Bokoh (bôcôr) SACERDOTE DOS CÂNTICOS (Aquele que canta e toca para os Voduns e Orixás no Haiti) - Houngonikon SACERDOTE NÃO RONDANTE (similar a ekeji e ogans, auxiliam os Voduns quando esses estão em terra) - Sentehua (sentêrrua) SACERDOTE OU NOVATO DO GRUPO ANCESTRAL - Thodusi (trôdussí) SACERDOTE QUE CONFIRMA A FEITURA DOS INICIADOS EM VODUN - Oluadoxun (ôlua-dôrrum) SACERDOTE QUE CONHECE E GUARDA TODOS OS SEGREDOS DO CULTO DE VODUN E DOS ORÁCULOS - Kpanegan (panêgam) SACERDOTE QUE JUNTO COM A NAGBO É RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA DO INICIADO (No Brasil significa mãe pequena) - Hunso (runsô) SACERDOTE RESPONSÁVEL PELO ATABAQUE HUM (Cabe a ele também receber as visitas no Barracão) - Hunsenevi (rumsenevi) SACERDOTISA (Haiti) - Manbo (mabô) SACERDOTISA (sacerdote de Mami Wata) - Mamaissii (mãmãissii) SACERDOTISA DE VODUN SOFO - Ahounon (sôfôarrôunôm) SACO - Dopo (dopó) SACRIFÍCIO DE ANIMAIS - Von-Sisa (vôm-sissá) SAIA - Hinhono blaya (rinrônô-blaiá) SAIA DAQUI, VÁ EMBORA - Bo yi (bô i) SAIR, MANDAR EMBORA, DESPACHAR (giria) - Ibe (ibé) SAIR-SE BEM DE UMA CONFUSÃO (tirar alguém de apuros, lavar a cara (gíria)) - Futo (fútô) SAL - Huladje (ruládjê) SALGADA - Jevivi (djêvivi) SALTAR - Be (bé) SALTAR, SALTAR EM UM DOS PÉS (pular como saci) - Tonbo (tombo) SALVA COBRADA POR SERVIÇOS RELIGIOSOS (Haiti) - Wanga (uanga) SALVE, SAUDEMOS - Mikan (micam) SANDÁLIA, CHINELO, SAPATO - Afopa (afôpá) SANGUE - Kun (cum) SANTIFICOU - Okpoti (opôti) SAPATARIA - Afopatatochuhe (afôpatatotchurrê) SAPATEIRA - Afopararô (afôpâlalô), Afopatato (afôpátató) SAPOS - Beze (bêzê) SARNA - Azi (azi) SATANÁS (Filho da mentira, se referindo a) - Awovi (au-ôvi) SÁTIRA - Dodo (dôdô) SATISFAZER, SACIAR - Djoasi (djô-ássî) SAUDAÇÃO, REVERÊNCIA - Dobale (dôbálê) SAUDAÇÃO, CUMPRIMENTO - Gbedonu (bêdônu) SAUDAR - Dogbe (dôbê) SAÚDE - Lanme (lam-mê), Lanmeche (lâm-metchê) SEBO - Nhijou (nrijou) SECA - Akunu (acunu) SEDE - Ezimbra (êzimblâ) SEGREDO, NÃO CONTE, NÃO FALE - Bono Toyo (bônô tôiô) SEGREDO DE JEJE (somente conhecido pelos sacerdotes, sacerdotisas e alguns iniciados) – Ajeunto (ajeúntó) SEGUNDO - Evelia (évéliá) SEGUNDO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Dofonitinho (dôfônitinho) SEGUNDO SACERDOTE OU OGAN (É o segundo responsável pelo sacrifício anuimal). (Jeje Brasil) - Bagigan (bagigam) SEIOS - Acome (acómê) SEJA BEM VINDO! VOCÊ É BEM VINDO – E su ã (êssu-am) SEJA BEM VINDO! - Se dôo nu we! (sê dôo nû uê) SELVAGEM, INCULTO - Bosale (bôsalé) SEMANA - (uma – 7 dias) - Game (game) SEMENTE - Makun (macum) SENHOR - Evonu (êvônu), Gan (gam) SENHORA - Naco (nacô) SENHOR!, SENHORA! (atendendo a um chamamento) - Dehon (derrôn) SENHOR DA MORTE - Oguywu (ogu-iu-u) SENHOR DO PARTO E DA AGRICULTURA - Obleve (ôblêvê) SENHORITA - Tanti (tântí) SENTADO (estar) - Edachijugom (edatchi-jugom) SENTAR-SE - Jinjayin (djindjain), Djudjahi (djudjári) SENTAR-SE, SENTE-SE - Djindjayin (djim-djai-in) SENTE-SE - Iujâhi (lujârri) SENTIR - Enyon (êniom) SENZALA - Acruchòme (acluchómé) SER - Ny i(nii) , Nyi (nii) SER ALTO - Gá (gá) SER BOM - Nyo (nió), Nho (nró) SEREI - Nyinyi (nii-nii) SER HUMANO, O HOMEM - Gberto (betô) SER MAIS ALTO (Gá = ser alto + Jú = exceder) - Ga-ju (gádjú) SER MUITO ESPIRITUOSO, SEM MEDIDA - Kakaka (cácácá) SER NEGRO, SER PRETO - Dú (du) SER O MAIS ALTO - Gaju-lo (gádjúlô) SERPENTE SAGRADA - Dan (dam) SERPENTE VENENOSA (que mede de 8 a 12 metros) - Siba (sibá) SERVIR AO VODUN (prestar culto) - Alaman Vodou (alamâm-Vodum) SERVIR AO VODUN, ATENDER AO VODUN - Ayimake Vodou (ai-imaquê-Vodum) SETE DIAS - Jono (jjônô) SÉTIMO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Vimu (vimu) SEU, SUA - Towe (tôuê) SEUS, SUAS - Towele (tôuêlê) SEVERO - Sesen (sêssêm) SEXO - Ama (âmá) SEXTA-FEIRA - Nhiplambe (nriplambê) SEXTO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Gamutinho (gâmutinho) SILÊNCIO - Djodjuizizi (djôdju-izizi) SIM - Eeeen (eeeeeém), Enn (êêênn) SINCERO, FRANCO, LEAL - Djonudjenua (djônú-djênuá) SINETA (o mesmo que gam) - Haingan (raingam) SINETA USADA NOS RITUAIS, MÚSICA - Adja (adjá) SINO DUPLO - Gankoqui (gâncôgui) SOBERANIA - Adinkrahene (adin-crarrênê) SOBRANCELHA - Hum dá mâ (rundâmâ) SOCAR MILHO - Soubade (soubâdê) SOGRA - Asinon (assinôm) SOL (cultura Ashanti) - Awia (auia) SOL - Huê (ruê), Guhê (gurrê), Hwè (ruê), Whe( urrê) SOLDADO - Hwlensuvo (rulênsuvô), Ahwanfunto (arruânfuntó) SOLDADOS - Acholupe (atchôlupê) SOL NEGRO - Guhê du (gurrê dû) SOLTAR - Laye (layé) SOMBRA - Ye (iê) SOMBRA (o espírito encarnado em um corpo humano) - Yae (iaê) SONHEI - Humcuhò (runcúrrô) SOPRAR, RESPIRAR, FAZER VENTO COM ABANO - Yafofo (iafófó) SORGO (planta muito parecida com o milho, usada para preparar melado ou forragem) - Abokun (abôcum) SORTE, SINA - Biava (biávâ) SORTE (também nome de uma folha que trás boa sorte) - Ewere (euêré) SORTE, ESTRELA (ter uma boa estrela) - Xova (róva) SOZINHO, SOLITÁRIO - Djedjeko (djêdjêkô) SUA, DELA - Ton (tom) SUAS, DELAS - Tonle (tônlê) SUBIR - Geri (geri) SUCESSO - Afo (afó) SUCESSOR DO REI - Vidaxo (vidarrô) SUJA, SUADA, SUJEIRA - Kwiji (qüije) SUOR - Dehawã (dêrrau-an) SUPORTE, PONTA, SALIÊNCIA AGUDA, CRISTA, CUME - Wun (uun) SUPURAR, REBENTAR - Wunu (u-unú) ************* LETRA “T” *************** TABATINGA, ARGAMASSA - Akalo (ácaló) TACHO - Ganbam (ganbam), Gambam (ganbâm) TALISMÃ - Bode (bôdê), Ogùm (õngûm) TAMBOR - Asehun (asserrum) TAMBOR COMPRIDO - Ogidan (ogiDan) TAMBOR D’ÁGUA (Instrumento de percussão usado em cerimônia fúnebre do mesmo nome. Consiste em meia cabaça invertida sobre um alguidar onde contém ingredientes mágicos adicionados à água. Toque executado com dois akidavis) - Sihun (sirrum) TAMBOR DE DUAS BOCAS (que é tocado sobre um cavalete) - Ilu Gbata (ilûbata) TAMBOR MÉDIO, BÁSICO (faz conjunto com o Sogo e o Atsia, de som consistente. É tocado sempre com as mãos. Seu fundo fechado) - Kidi (quidi) TAMBOR MUITO ANTIGO (originário do Dahomey) - Adzogbo (adzôbô) TAMBOR PEQUENO - Kele (quêlê) TAMBOR PEQUENO DE CERÂMICA - Aposi (apôssi) TAMBOR PEQUENO (básico, faz conjunto vom o kidi e o atsia, que acom-panha os maiores, emitindo alguns sons variados e improvisados, com muita sutileza. É tocado sempre com as mãos. Seu fundo é fechado) - Sogo (sôgô) TAMBOR TOCADO NAS CERIMÔNIAS DE SAKPATA (junto com outros dois tambores respectivamente Hunwi e Apesi) - Hungan (rungâm) TANGA, TAPA SEXO - Godoe (gôdôê) TARTARUGA - Ologosê (alôgôssê) TÁXI, VEM AQUI! (Expressão usada no Benin para chamar a Zemidjam (moto-táxi) - Kekeno, wa! (quequenô-ua) TECIDO (feito pelos Ashanti, os primeiros que foram os pioneiros em tecelagem) - Oyokoman (ôiôcômam) TELHADO - Adjalala (adjalala), Olé (olé) TEMER, TER MEDO - (Ni = ter + Berú = medo) - Niberú (nibêrû) TEM FOGO - Zotim (zôtim) TEM MUITA COISA - Hé tim num su sû (rêtinunsu) TEM MUITA FORÇA - Hétim gamsusu (rêtim-gan-sussú) TEMPEROS LÍQUIDOS (dendê, mel ect.) - Ahain (araiim) TEMPESTADE - Djizônukon (djizônucôm) TEMPESTADE, TEMPORAL, CHUVA FORTE, VENTO GRANDE - Johon daxo (djôhon-darrô) TEMPLO, CASA DE VODUN - Vodum Chuhe (Vodum-tchurrê) TEMPLO DE RITUAL DOS VODUNS - Avata (avatá) TEMPLO DOS VODUNS NO HAITI - Humfort (runforte) TEMPO, SÉCULO, ERA, ÉPOCA - Fé (fé) TÊMPORAS, AS FRONTES - Hutoum pen (rutounpem) TENHO SEDE - Numblá sumi (numbla-sumi) TENHO UM FILHO - Hètim vi rupou (rêtim-vilupou) TER - Year (iêau) TER, ESTAR - Hum (rum) TER, POSSUIR - Ni TERCEIRO NEÓFITO DE UMA AHAMA - Fomo (fômô) TERÇO (Contas de rezar) - Avodumgê (avô-dungê) TER DANÇA - Nijo (nijô) TER FORÇA, PODEROSO - Nikpara(nipara) TERMINADO, ACABADO, FINALIZADO - Kaba-de (cabadê) TÉRMINO, FINALIZAÇÃO - Anadupé (anádupé) TÉRMINO, FIM - Kaba (caba) TERMO QUE, NO DAHOMEY, O MARIDO SE DIRIGE À ESPOSA - Asichii (assitchii) TERRA - Gume (gumé) TERRA, SOLO, CHÃO - Aikunguma (aicungumam) TERRA DE DAN - Homen (rômém) TERREIRO COM PLANTAS ORNAMENTAIS (árvores frutíferas e sagradas (pamahin para os mahis) - Gume (gumé) TESOURA - Takara (tacará), Mangoge (mangôgé), Dapanum (dâpânum) TESTA – Nunkwom (nunqüôm) TEXTO CRÍTICO (que exprime dissensão (divergência de opiniões e interesse) - Ma Xogbe (márrôbê) TEXTO DE JURAMENTO (votos, promessa solene, juramento, jurar, consagrar, dedicar) - Nuxwe Lexule (narrue-lerrule) TEXTO MEDICINAL, MEDICAMENTO, REMÉDIO, MÉDICO - Bo Xogbe (bórrôbê) TEXTO OFENSIVO (abuso, mau uso, tratamento áspero ou brutal, injúria, insulto, linguagem ofensiva, corrupção) - Zun Xogbe (zunrôbê) TEXTO POÉTICO (poesia que conta a história e façanhas de um povo ou divindades) - Me Mlannlan (me-mlan-nlam) TEXTO PROVOCATIVO (disputa, discórdia, dis-cussão) - Jele Xogbe (djêlê rôbê) TEXTO REQUINTADO – (polidez, cortesia, maneiras requintadas) - Mesise Xogbe (mêssissê-rôbê) TEXTO SATÍRICO (zombaria, arremedar, enganar, imitação) - Dodo Xogbe (Dôdô rôbê) TEXTO SOBRE MALDIÇÃO (sobre calamidades, praga, desgraça, calamidades rogar praga, afligir, assolar, blasfemar - Nudome Xogbe (nudômê rôbê) TIJOLO (palavra incorporada ao vocabulário brasileiro) - Tijolo (tijôlo) TIJOLO, LADRILHO, LAJE - Afifi (afifi) TIPO DE TECIDO MUITO CARO (fabricado em Ghana) - Kente (quenté) TIRAR A MESA - Dezam (dêzam) TOALHINHA - Kòbla (côbla), Boubotois (boubôtois) TOCADOR DE TAMBOR - Hunhoto (runhôtô) TOCAR - Ho (rô) TOCAR VIOLA - Choulom (tchoulom) TODO O MEU OURO - Fuhtuhamme (fultu-ram mê) TOMAR BANHO - Lehu (lêrrú) TOMATE - Timati (timati) TONTURA, AMNÉSIA - Zanza (zanzá) TORCIDA OU VELA - Zokan (zôcam) TORNEIRA - Apokoibe (apôcôibê) TOSSIR - Penpen (pêmpêm) TOTEM - Tohwiyo (tôrruiô) TOUCINHO - Vgam lam (vganlam) TOURO - Myibu'su (miibussu), Ako-malú (acômaluu) TRABALHANDO (está) - Edàzomhácom (êdázomrácom) TRABALHAR - Wazo (uazô), Huhazom (runrazom) TRABALHO (se referindo ao local de trabalho) - Azome (azômê) TRABALHO, GANHA-PÃO - Apeto (apêtô) TRANQUILIDADE - Fifa (fifa) TRANQUILIZAR - Djoasi (djô-ássî) TRANSMISSÃO DE SEGREDO (originou-se daí o termo deka usado no Brasil) - Iidekah (lidecár) TREMER - Giri (gili) TRIBO (uma das)QUE COMPÕE O JEJE - Crus (clus) TRIBO, POVO DO ALTO QUE CAI NA TERRA - Djinu (djinú) TRIBOS QUE COMPÕE O JEJE (uma das) - Gans (gães), Popos (pôpôs) TRIGO, PÃO, O GRÃO DE QUALQUER CERAL - Lu (lú) TRINCHEIRAS, VALAS - Agbodo (abôdô) TRIPAS - Ado (adô) TRIPAS DE BOI - Nhido (nridó) TRISTEZA - Veve (vévê) TRISTEZA, BANZO (Termo ewe que designa a tristeza dos escravos nos porões dos navios negreiros quando sentiam falta de seu continente) - Banzo (banzô) TROMPA TRANSVERSAL (instrumento musical) - Ipê (ipê), Pakuta (pacutá) TRONCO DE ÁRVORE - Adidoe (adidôê) TROPEÇAR - Kli (cli) TROVÃO - Djiso (djisô), Gidebi (gidêbí), Gidôbi (gidôbi) TROVÃO, O - Setatohoun (sêtatôrrom) TROVEJA - So (sô) TU - Iwo (iuô) TU ME ENGANAS - Gui clome (gui clômê) TUMOR - Nutite (nútíté) TUMULTO, CONFUSÃO, ALARIDO, DESORDEM - Ahiwo (arriuô) TÚNICA LONGA USADA PELOS FONS (nos rituais de Vodum. No Brasil é conhecida como Alacas) - Boubou (boubou) ************* LETRA “U” *************** UIVO, BRAMIDO, URRO, GRITO PROLONGADO, LAMENTO - Gbagba (gbágbâ) UM, UMA (artigo) - Na UMBIGO - Hon (rôm), Vgom (vgom) ÚMIDO, AQUOSO - Fotsi (fôtsî) UNHAS - Elemi (êlêmí), Efen(êfêm) UNIVERSO - Gbezon (bêzom) URINA - Adido (adidó) UM MÊS - Sumbù (sumbû) ************* LETRA “V” *************** VÁ ANDANDO, VENHA CÁ! - Domunhadô (domunhadô) VACA - Abo-malú (abômalu), Bú (bú), Eebu (êêbû), Eibu (eibu), Gnibu (nibú), Nhisi (nrrissi) VÁ EMBORA, SAIA - Losi (lôssí) VAGINA - Ho (ró), Koko (côcô), Kolo (cóló), Nyonume (niônúmé) VAI COM CALMA (Termo usado freqüentemente. Se você tropeça, cai alguma coisa, faz algo rapidamente, ou tem pressa, os Fons dizem tedeme) - Tedeme (têdêmê) VALENTE - Adamhato (Adam-ratô) VARETAS DE TOQUE - Akidavi (aquidavi) VARETAS USADAS PARA TOCAR ATABAQUES - Po hum (pôrrum) VARRER - Zachu (zatchú) VASSOURA - Akiza (aquiza) VEADO - Agmahin (ag-mârrim) VEJO VOCÊ AMANHÃ - E su a yi hon (ê su aí rom) VEJO VOCÊ LOGO - E yi zaande (eii zaandê) VEJO VOCÊ MAIS TARDE - E yi hwe devonou (eí qüe devonun) VELA - Abela (abêlá), Mion-mion (mion-mion) VELHO - Emefofo (êmêfôfô), Shankpanna (chapanã) VELHO, COISA VELHA - Emifofo (êmofôfô) VEM, VEM AQUI, VENHA CÁ - Wã (uam) VENDEDOR – Nusator (nussatôr) VENDEDOR DE OVO - Azinsatoche (azinsá-tôtchê) VENDER - As nu (as-nú), Saa (sãa) VENDER A CASA - As chuhe (as tchurrê) VENTO - Djóon (djôom), Gegom (gêgôm), Degi (dêgi) VENTO, FRIO - Johon (djorom) VENTO BRANCO (Vento que traz a areia branca, fazendo o ar ficar nebuloso) - Jowe (djouê) VENTRE - Inu (inu) VENTRE DE DAN - XoDan (rôdam) VER - Mo (mô) VERDADEIRAMENTE - Fifia (fífíá) VERDADEIRO - Gba (ba) VERMELHO - Hehe (rêrrê), Ve (ve), Vovo (vôvô) VESTINDO-SE (está) - Edavo dou (edavôdou) VIA DE ACESSO, CAMINHO (Se refererindo à passagem do mundo profano para o religioso; a educação (moral) - Numesenle (numêssênlê) VIAJAR - Tonme (tôn mê) VIDA - Dogbe (dobe), Luvo (lúvó), Juanse (djuânse) VIDA - Agbi (abí) – (Nossas vidas, no sentindo de estado, condição) - Akamaviya (acamavi-ia) VIDA DO HOMEM, A (ser humano) - Gbesu (gbêssú) VIDA TERRENA - Gbetome (gbêtômé) VIGIAI-NOS! TOMAI CONTA DE NÓS! OLHAI POR NÓS! (rezando aos deuses) - Genouwaze (gênou-uazê) VINHO DE MILHO - Sapalo (sapálô) VINHO MOSCATEL - Igô-Ahancha (igô-arrantcha) VIOLA - Vlom (vlom) VIR - Jawe (djauê) VIRILIDADE MASCULINA - Mbensu (mbensú) VISTA-SE, VESTIR-SE - Dou avo (dou avô) VIVO EM, VIVER EM (lugar) - Nono (nono) VOA - Sukpo (supó) VOCÊ (informal) - A VOCÊ, MEU, MINHA - A (a) VOCÊ É MUITO BONITA - We o enyo dekpe din (uê o êniô dêpê dim) VOCÊ É POBRE - Gui vénum (gui vênum) VOCÊ QUER? - Ki geroi ayõ? (kigêrôi) VODOU, VODUM - Vodoun – Vodum – Voodoo – Voudun – Vodu – Vudu – Hoodoo - etc. - A palavra vodou é de origem Ewe/Fon e significa força divina, espírito, força espiritual. É usada pelo povo do oeste da África para designar os deuses e ancestrais divinizados. - Vodouisan (vôdou-issan) VODUN - Hun (rum) VODUN, ESPÍRITO (Haiti) - Lwa (luá) VODUN AGRADECE, VODUM ABENÇOE - Paunha Anadeji (paunha abadêji) VODUN CAÇADOR - Neosun (nêôssum) VODUN DA MORTE - Huntio (huntiô), Hunye (hu-niê) VODUN DAN (masculino, toqueno, gemeo com Bosa) - Bosuko (bôssucô) VODUN DA PEDRA (ou pedra do vodum) - Kpe Vodum (kpê Vodum) VODUN É OCULTO (Expressão muito usada pelos sacerdotes de Vodum) - Vodun d’ablue (vodum dabluê) VODUN É SECRETO (Expressão muito usada pelos sacerdotes de Vodum) - Vodun Gongon (gon-gom) VODUN MULHER - Hunsi (runsi) VODUN PESSOAL (companheiro oculto de cada indivíduo) - Hondon (rôndôm) VODUNS DO MAR - Huala (ruala) VODUNSI ASSISTENTE (masc./fem.) dos sacerdotes (Haiti) - Bosomfo (bôsonfô) VODUNSI FEITA DE VODUN - Sofó (sôfó) VODUNSI RESPONSÁVEL POR TODOS OS ATINS MÁGICOS USADOS NOS RITUAIS - (Jeje Brasil) - Dehe (deré) VODUNSIS CONSAGRADAS À DAN - Dangbesi (dambêssi) VODUNSIS DA FAMÍLIA DE DAN - Megito (megitó) VODUNS QUE HABITAM AS ÁGUAS, PRINCIPALMENTE O MAR - ToVoduns (tóVoduns) VOLTAR - Akpo (apô), Lewa (leuá) VOLTAR, RETORNAR - Lande (landê), Leko (lêcô) VOLUNTÁRIO - Jlodagbe (djlôdâbê) (Jlo = meios, estar no meio de algo com boa vontade. Dagbe = bem, ficar ou estar junto a alguém para fazer o bem.) VOMITAR - Sesu (sêssu) VÓS - Enyin (êniem) VOU - Mahi(marri) VOU E VOLTO, IGUALMENTE - Bo yi bo (bô-ibô) VOU-ME EMBORA - Ie zum so (iêzum sô) ************* LETRA “X” *************** XAXARÁ - Hapo (rapô) ************* LETRA “Z” *************** ZEBRA - Mbizi (bizi) ZOMBAR, FOLGAR, DEBOCHAR - Ahigum (arrigum) ZUMBI (zumbi) - Termo da cultura Fon introduzido no Brasil pelos negros oriundos do Dahomey, que designa a pessoa morta-viva, fantasma, imortal. Bambuxê Adinimodo foi o mais conhecido sumo sacerdote do Quilombo dos Palmares, maior herói negro brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário